Usando microcápsulas pesquisadores desenvolvem vacina contra câncer!

Cientistas do Instituto de Engenharia de Processos (IPE) da Academia Chinesa de Ciências desenvolveram uma nova vacina contra câncer baseada em microcápsulas de ácido polilático auto-reparáveis, que podem ativar eficientemente o sistema imunológico e inibir o desenvolvimento do tumor.

Vacina contra câncer a partir de microcápsulas

As vacinas terapêuticas contra o câncer, que utilizam o sistema imunológico para rejeitar as células cancerígenas, mostraram grandes promessas para o tratamento de tumores.

A equipe de pesquisa, liderada pelos professores Ma Guanghui e Wei Wei, do IPE, já projetou e fabricou uma variedade de vacinas contra tumores em seus trabalhos anteriores. Essas vacinas têm se mostrado eficazes em diferentes modelos de tumores, como linfoma, melanoma e câncer de mama.

Os pesquisadores foram impelidos a melhorar as vacinas tumorais anteriores, no entanto, devido a certas limitações. “Um microambiente de imunização desfavorável, juntamente com um processo de preparação complicado e a necessidade de vacinas frequentes comprometiam significativamente seu desempenho. “Portanto, projetamos uma nova formulação baseada em microcápsulas para vacinas contra câncer de alto desempenho”, disse o Professor Guanghui.

Este estudo representa a primeira vez que os pesquisadores usaram microcápsulas de autocura com pós-encapsulamento, carregamento múltiplo e modulação eficiente de microambientes de imunização em uma vacina tumoral.

O recurso especial de autocorreção fornece um paradigma suave e eficiente para a microencapsulação de antígenos. Após a vacinação, essas microcápsulas criam um microambiente de imunização favorável in situ, em que a cinética de liberação de antígeno, o comportamento celular recrutado e o ambiente circundante a ácido trabalham de maneira sinérgica.

Devido aos efeitos sinérgicos, a vacina consegue aumentar a utilização de antígenos, melhorar a apresentação de antígenos e ativar as células apresentadoras de antígenos. “Como resultado, uma resposta eficaz das células T, inibição potente do tumor, efeitos anti-metastáticos e prevenção da recorrência pós-cirúrgica são alcançados com vários tipos de antígenos em diferentes modelos de tumor”, disse o Professor Wei.

Pesquisadores desenvolvem vacina contra câncerAlém disso, os pesquisadores verificaram a disponibilidade da nova plataforma de vacina usada na vacina neoantígena, que está em conformidade com a medicina de precisão. “Devido ao processo simples pós-encapsulamento, os médicos puderam preparar a formulação de neoantígenos por si mesmos a qualquer momento”, disse o Prof. Wei.

Um revisor da Science Advances descreveu o estudo como “abrangente e racionalmente projetado”. O revisor também enfatizou que os resultados são “impressionantes” e o trabalho tem “alto valor para vacinas terapêuticas e imunoterapia contra o câncer”.

 

_________________________________

Esta pesquisa foi publicada na conceituada revista Science Advances.

* “Self-healing microcapsules synergetically modulate immunization microenvironments for potent cancer vaccination” – 2020.

Autores da Pesquisa: Xiaobo Xi, Tong Ye, Shuang Wang, Xiangming Na, Jianghua Wang, Shuang Qing, Xiaoyong Gao, Changlong Wang, Feng Li, Wei Wei, Guanghui Ma – 10.1126/sciadv.aay7735

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.