Glicose elevada pode explicar sintomas mais graves em pacientes gripados!

Uma equipe de pesquisadores afiliados a várias instituições na China e uma na Alemanha encontraram evidências que sugerem a glicose elevada podem explicar por que alguns pacientes com gripe apresentam sintomas piores que outros.

Gripe e Glicose elevada

À medida que a pandemia global se desenrolava, médicos e pesquisadores notaram que pacientes com diabetes tendem a ter piores resultados do que pessoas sem problemas de saúde subjacentes – o mesmo foi encontrado para pacientes com infecções por influenza. Nesse novo esforço, os pesquisadores procuraram entender melhor por que esses pacientes são mais suscetíveis a uma resposta inflamatória que pode levar a pneumonia e morte.

Pesquisas anteriores mostraram que quando o vírus influenza (ou o vírus SARS-CoV-2) entra no corpo humano, o sistema imunológico responde enviando células imunes ao local para combater a ameaça. Citocinas são produzidas como parte da resposta. O trabalho deles é lidar com as comunicações célula a célula. Em algumas pessoas, porém, o corpo produz muitas citocinas, resultando em uma tempestade de citocinas, que pode levar a problemas muito sérios, como pneumonia ou falência de órgãos.

Infelizmente, os cientistas médicos não conseguiram descobrir por que ocorrem em alguns pacientes, mas não em outros. Nesse novo esforço, os pesquisadores suspeitaram que a níveis elevados de glicose na corrente sanguínea poderiam desempenhar um papel importante para agravar os casos de pacientes gripados. Os pesquisadores injetaram camundongos infectados com gripe com glucosamina para ver se isso resultou em uma chance maior de tempestades de citocinas e relataram que sim.

Glicose elevada explica sintomas mais graves em pacientes gripadosOutra parte do estudo envolveu a análise de amostras de sangue coletadas de 119 pacientes com influenza em dois hospitais em Wuhan, China, antes do surto da pandemia. A equipe então comparou o que encontrou com o sangue colhido de pessoas saudáveis ​​como parte das pulsões normais. Eles concentraram seus esforços nos níveis de citocina e glicose no sangue para ver se conseguiam encontrar um padrão.

Eles descobriram que os pacientes com níveis mais altos de glicose eram mais propensos a sofrer uma tempestade de citocinas. Eles sugerem que suas descobertas explicam por que os pacientes com diabetes são mais propensos a sofrer tempestades de citocinas e a ter piores resultados com infecções por gripe (e possivelmente COVID-19).

 

___________________________

O artigo foi publicado na revista Science Advances.

* “O-GlcNAc transferase promotes influenza A virus–induced cytokine storm by targeting interferon regulatory factor–5” – 2020.

Autores do estudo: Qiming Wang, Peining Fang, Rui He, Mengqi Li, Haisheng Yu, Li Zhou, Yu Yi, Fubing Wang, Yuan Rong, Yi Zhang, Aidong Chen, Nanfang Peng, Yong Lin, Mengji Lu, Ying Zhu, Guoping Peng, Liqun Rao, Shi Liu – 10.1126/sciadv.aaz7086

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.