Drogas para hepatite C reduzem as mortes relacionadas ao fígado!

Um novo estudo do Centro de tratamento de câncer em Dallas, Texas, EUA, demonstra que as drogas para hepatite C utilizadas atualmente reduzem as mortes relacionadas ao fígado em quase 50% em pacientes com histórico de câncer de fígado.

Estudo mais completo sobre drogas para hepatite C

Muitos médicos acreditavam anteriormente que a hepatite C, por sua nocividade, ativa o sistema imunológico quando infecta o fígado, e o sistema imunológico mantém a recidiva do câncer hepático à distância.

Mas essa noção parece ser falsa. Os cientistas estudaram cerca de 800 pacientes de 31 centros médicos em todo o país e descobriram que as drogas para hepatite C não são apenas seguras, diminuem a morte por cirrose e o câncer de fígado em 46%.

“Não só estes medicamentos são seguros nesta população de pacientes, mas agora demonstramos que eles são úteis. Nosso estudo muda o paradigma de você poderia tratar a hepatite C de um paciente para você deve tratá-lo”, disse o Dr. Carlos L. Arteaga, diretor do Centro de tratamento de câncer em Dallas.

Os estudos prévios agravaram os mal-entendidos da terapia antiviral de ação direta porque, entre outras coisas, falharam em explicar o momento da terapia em relação ao diagnóstico de câncer de fígado, não incluíram um grupo de comparação ou não consideraram adequadamente as diferenças clínicas entre os pacientes.

O novo estudo é uma contribuição significativa porque elimina o caminho para o tratamento medicamentoso benéfico.

“A terapia da hepatite C é tão importante porque fornece uma cura. Você toma medicações orais por dois ou três meses, com um mínimo ou nenhum efeito colateral, e está feito. Você está curado de hepatite C. Há menos de 1% de chance de recaída se você está curado de hepatite C”, disse o Dr Arteaga.

Derrotar a hepatite C é um passo importante porque a infecção pode levar à cirrose – cicatrização do fígado – que pode ser fatal. A cirrose pode aumentar o risco de câncer de fígado, que também pode ser fatal. A cura da hepatite C com antivirais quebra o primeiro elo em uma cadeia mortal de eventos e pode levar à melhora da função hepática entre aqueles que já desenvolveram cirrose.

Drogas para hepatite C reduzem as mortes relacionadas ao fígado

O estudo relata uma maneira bem-vinda, baseada em fatos, de se opor aos efeitos adversos da infecção pelo vírus da hepatite C em vários grupos demográficos. Suas descobertas terão um impacto global sobre a forma como a hepatite C é tratada.

O Dr. Arteaga disse que o estudo também é importante porque o câncer de fígado é mais alto entre a população de baixa renda, e os avanços baseados em pesquisa na redução do câncer em grupos carentes são uma prioridade da OMS.

O estudo foi publicado na revista acadêmica Gastroenterology em 30 de julho.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *