Novo dispositivo pode diagnosticar a doença de Lyme em alguns minutos!

Pesquisadores da Universidade de Columbia desenvolveram um dispositivo microfluídico que pode diagnosticar a doença de Lyme em menos de 15 minutos. O dispositivo é particularmente preciso na identificação de biomarcadores de anticorpos presentes no estágio inicial da doença de Lyme, aumentando a esperança de que possa ser útil na detecção de casos de infecção precoce no consultório médico, levando a tratamento oportuno.

A doença de Lyme, que é transmitida por carrapatos infectados, é incrivelmente comum. Milhares de pessoas são diagnosticadas com a doença a cada ano e, se não forem tratados, podem resultar em graves sintomas neurológicos e cardíacos. A doença é difícil de detectar, pois muitos dos sintomas iniciais são semelhantes aos encontrados em outras condições.

Diagnosticar a doença de Lyme em alguns minutos

Diagnosticar e tratar a doença precocemente é importante para obter bons resultados para os pacientes, mas os testes diagnósticos atuais exigem um ELISA e um Western Blot, que são pesados, demoram um pouco para serem realizados e exigem especialistas em laboratório treinados. Além disso, a precisão desses testes na identificação de casos precoces da doença de Lyme é bastante baixa.

Para resolver esses problemas, os pesquisadores da Columbia desenvolveram um teste microfluídico no ponto de atendimento da doença de Lyme, que um médico poderia usar em seu consultório e que pode fornecer um diagnóstico em apenas 15 minutos.

“Nossas descobertas são as primeiras a demonstrar que é possível diagnosticar a doença de Lyme em um formato microfluídico que pode fornecer resultados quantitativos rápidos. Isso significa que nosso teste pode ser facilmente usado diretamente em um consultório médico, evitando a necessidade de enviar as amostras para um laboratório que precisa de pelo menos algumas horas, se não dias, para obter os resultados dos testes”, disse Sam Sia, um dos pesquisadores envolvidos no estudo.

Novo dispositivo pode diagnosticar a doença de Lyme em alguns minutos
Foto ampliada de fluido movendo-se através de um pequeno canal no novo chip microfluídico. Crédito: Universidade de Columbia.

O novo ensaio detecta três biomarcadores da doença de Lyme em amostras de pacientes e demonstra maior sensibilidade do que os ensaios de detecção de Lyme tradicionais. Curiosamente, o dispositivo também parece ser melhor na detecção da doença de Lyme em estágio inicial e pode detectar anticorpos que estão presentes no sangue nas primeiras semanas após alguém contrair a doença de Lyme.

“Embora o teste exija mais refinamento e testes antes de poder ser aprovado para uso generalizado como teste para a doença de Lyme, nossos resultados são muito empolgantes. Ajudará tantas pessoas se pudermos desenvolver um teste de diagnóstico único, rápido e multiplexado para identificar o estágio da doença de Lyme que pode ser usado nos consultórios médicos”, concluiu Siddarth Arumugam, outro pesquisador envolvido no estudo.

O estudo completo com o método de uso do dispositivo foi publicado no Journal of Clinical Microbiology.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.