Tomates Ajudam a Combater o Câncer, Doenças Cardíacas e Diabetes!

Os Tomates já foram considerados venenosos por pertencerem à família da maioria das plantas tóxicas. Mas agora, 200 anos depois, eles se classificam como a quarta hortaliça mais popular atrás de batatas, alface e cebola. Não só eles são deliciosos e versáteis, mas os tomates têm imenso valor nutricional e benefícios para a saúde, entre eles o de combater o câncer.

Aqui estão alguns dos benefícios para a saúde:

1. Saúde cardiovascular.

Comer sete ou mais porções de tomate – fresco, seco ao sol ou cozido – reduz o risco de doença cardiovascular em 30%, foi o que mostrou um estudo com 35 mil mulheres do Hospital Brigham and Women de Boston. De acordo com os resultados, os tomates ajudam a baixar a pressão arterial, porque eles são ricos em potássio, reduzindo ainda mais o risco de doença cardíaca. Eles também são ricos em B6 e folato, duas vitaminas que domam os níveis perigosos de homocisteína no sangue.

2. Combater o Câncer de próstata

O licopeno é um poderoso antioxidante encontrado no tomate que dá ao vegetal sua rica cor vermelha. “Tomates cozidos são uma boa opção para prevenir o câncer de próstata, pois o licopeno pode reduzir o risco de desenvolver câncer de próstata agressivo”, disse o Dr. Jonathan Simons, diretor executivo da Prostate Cancer Foundation, nos EUA.

Estudos preliminares na Austrália, tem mostrado que consumir tomates todos os dias, ajuda a combater o câncer no estômago, fígado e intestinos.

Tomates-para-Combater-o-Câncer

3. Diabetes.

A American Diabetes Association (ADA) recomenda o tomate como um “superalimento” para incluir em um plano alimentar diário. “A boa notícia é que não importa como você gosta de seus tomates, purê, cru ou em molho, você está comendo nutrientes vitais como vitamina C, vitamina E e potássio”, afirmou a ADA. Os tomates também são digeridos lentamente, o que significa que os níveis de glicose no sangue experimentarão um aumento lento em vez de um pico súbito.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.