Vitamina D pode reduzir o risco de pré-eclâmpsia e diabetes gestacional!

Quando uma mulher engravida, entre os muitos itens a comprar normalmente estão as vitaminas. Estudos demonstraram que os suplementos vitamínicos, como a vitamina D durante a gravidez são essenciais para o desenvolvimento do feto e podem reduzir o risco de pré-eclâmpsia e diabetes gestacional.

Benefícios da Vitamina D

Na Faculdade de Saúde Pública e Serviço Social Robert Stempel, na Flórida, EUA, a Dra Cristina Palacios, professora do Departamento de Dietética e Nutrição, estuda os efeitos da suplementação de vitamina D durante a gravidez há mais de uma década.

Suas descobertas mais recentes mostraram que a suplementação de mulheres grávidas apenas com vitamina D provavelmente reduz o risco de pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, baixo peso ao nascer e pode reduzir o risco de hemorragia pós-parto grave.

“Isso é bastante impressionante, pois geralmente não vemos esse efeito de apenas uma vitamina”, disse a Dra Cristina.

Quando combinado com cálcio, pode aumentar o risco de parto prematuro.

No entanto, os resultados são direcionados principalmente por apenas um estudo; portanto, os resultados devem ser interpretados com cautela e são necessários mais estudos para elucidar isso.

Estudos anteriores

A Dra Cristina Palacios conduziu várias revisões sistemáticas sobre a suplementação de vitamina D na gravidez através de seu trabalho com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e essas revisões foram usadas para definir as Diretrizes da OMS sobre Suplementação de Vitamina D na Gravidez.

Vitamina D reduz o risco de pré-eclâmpsia e diabetes gestacional

“Atualmente, apenas alguns países (incluindo os EUA) recomendam a suplementação de vitamina D como parte do pré-natal.

Com base na falta de evidências relatadas nas revisões sistemáticas anteriores (2012 e 2016), a OMS não recomendou o fornecimento de suplementos de vitamina D durante a gravidez como parte dos cuidados pré-natais de rotina (OMS 2016).

No entanto, a OMS agora está atualizando este diretriz baseada em evidências mais recentes da revisão sistemática de 2019″, concluiu a Dra Cristina.

Em todo o mundo, a deficiência de vitamina D é um problema comum, principalmente durante a gravidez. A vitamina ajuda o feto no desenvolvimento da estrutura óssea, além de auxiliar no desenvolvimento do cérebro, músculos e sistema de resposta imune.

O estudo completo foi publicado e está a disposição no site oficial da Universidade Internacional da Flórida.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.