Reposição de testosterona aumenta o risco de derrame e ataque cardíaco!

Homens idosos que fazem a terapia de reposição de testosterona (TRT) correm risco ligeiramente maior de sofrer um acidente vascular cerebral isquêmico, ataque isquêmico transitório (AIT) ou infarto do miocárdio, especialmente durante os dois primeiros anos de uso, relata um estudo no American Journal of Medicine, publicado pela Elsevier. As descobertas confirmam as preocupações expressas por muitas agências de saúde sobre os riscos potenciais associados ao tratamento.

Os riscos da reposição de testosterona

O estudo analisou uma grande base de dados de registros médicos eletrônicos de pacientes matriculados em práticas de cuidados primários no Reino Unido e formou uma coorte de 15.401 homens, com 45 anos ou mais, com baixos níveis de testosterona (hipogonadismo).

Usuários de TRT tiveram um risco 21% maior de eventos cardiovasculares em comparação com não usuários, correspondendo a um adicional de 128 eventos. O aumento do risco parece ser transitório, declinando após dois anos de uso da reposição de testosterona, o que os pesquisadores atribuem a um fenômeno chamado “esgotamento de suscetíveis”.

O estudo visou especificamente estudar homens com baixos níveis de testosterona devido ao envelhecimento e não devido a causas secundárias conhecidas. Embora as taxas relatadas de hipogonadismo tenham permanecido estáveis, as prescrições de TRT aumentaram nos últimos 20 anos, a TRT é cada vez mais prescrita para aliviar sintomas inespecíficos do envelhecimento, como fadiga e um modesto declínio no funcionamento sexual.

“Nossos resultados mostram que o uso de TRT foi associado com um risco aumentado de acidente vascular cerebral, AITs ou parada cardíaca durante os primeiros dois anos de uso, há evidências limitadas sobre os benefícios clínicos de longo prazo da reposição de testosterona. Recomendamos vivamente que os médicos procedam com cautela ao considerar a prescrição de TRT e discutam primeiro os benefícios e potenciais riscos aos pacientes”, observou Dr Christel Renoux, do Departamento de Neurologia e Neurocirurgia da Universidade McGill, Montreal, Canadá.

Reposição de testosterona e o risco de derrame e ataque cardíaco

“Outros estudos observacionais grandes e metodologicamente sólidos devem ser conduzidos para reafirmar esses resultados. Até então, o risco cardiovascular potencial de TRT deve ser pesado contra os benefícios percebidos e esperados entre homens idosos, uma perspectiva que se alinha com as advertências emitidas pelos órgãos de saúde “, aconselhou o Dr. Renoux.

Este estudo apareceu pela primeira vez online em abril de 2019 e será posteriormente publicado na edição de setembro de 2019 do American Journal of Medicine.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *