Remédios para Azia aumentam os riscos de morte por doenças cardíacas!

As pessoas que usam remédios para azia por meses ou anos podem enfrentar riscos elevados de morrer de doenças cardíacas, insuficiência renal ou câncer de estômago, sugere um novo estudo.

Remédias para Azia – Conclusão do estudo

O estudo incluiu mais de 200.000 idosos e pessoas de meia idade dos EUA. É o mais recente a levantar preocupações sobre remédios para azia os chamados Inibidores da bomba de protões ou prótons (PPIs). Eles incluem algumas drogas comuns como Prilosec (omeprazol), Prevacid (lansoprazol) e Nexium (esomeprazol). E eles estão entre os medicamentos mais vendidos nos Estados Unidos.

Estas últimas descobertas apontam para as causas específicas de morte ligadas às drogas, disse o pesquisador Dr. Ziyad Al-Aly.

Ele ressaltou que os riscos em excesso eram relativamente pequenos. Por exemplo, mais de 10 anos, 13% dos usuários de PPI morreram de uma condição cardiovascular, incluindo doença cardíaca ou acidente vascular cerebral, que, em comparação com pouco mais de 11% das pessoas que usaram bloqueadores H2, outra classe de droga contra azia.

Quando os pesquisadores pesaram outros fatores – como a idade dos pacientes e condições crônicas de saúde – o uso de remédios para azia foi associado a um risco aproximadamente 18% maior de morte cardiovascular.

No entanto, com base nos registros médicos dos pacientes, muitos daqueles com prescrições de PPI não tinham necessidade do uso.

“Isso sugere que muitas pessoas estavam usando um PPI sem realmente precisar de um, eles poderiam estar assumindo um risco sem obter nenhum benefício”, disse o Dr. Ziyad Al-Aly.

Os PPIs funcionam bloqueando o sistema enzimático que cria ácido gástrico. Eles são comumente prescritos para a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), onde o ácido do estômago escapa cronicamente para o esôfago.

Muitas pessoas com DRGE podem tomar um PPI por um curto período. Isso permite que o tecido danificado no esôfago se cure. Então os pacientes podem mudar para um tratamento diferente, como um bloqueador H2. Esses medicamentos incluem drogas como Tagamet (cimetidina), Pepcid (famotidina) e Zantac (ranitidina).

remédios para azia causa mote cardíaca

Neste estudo, os riscos associados aos PPIs aumentaram com o uso prolongado. As chances de morte em 10 anos foram 63% a 71% maiores entre os pacientes que usaram as drogas por pelo menos um ano, em comparação àqueles que as usaram por alguns meses.

Antes de prescrever o uso de um PPI, tenha certeza de que seu paciente realmente precisa de um. As drogas estão disponíveis sem receita, mas não devem ser usadas por mais de duas semanas, disse ele o Dr. Ziyad Al-Aly.

Os resultados foram publicados recentemente na revista científica BMJ.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *