Pesquisa revela: a Internet estar alterando nosso cérebro gradativamente!

Uma equipe internacional de pesquisadores da Western Sydney University, Harvard University, Kings College, Universidade de Oxford e University of Manchester descobriram que a Internet estar alterando nosso cérebro produzindo alterações agudas e sustentadas em áreas específicas da cognição, que podem refletir mudanças no cérebro, afetando nossa atenção, capacidades, processos de memória e interações sociais.

Internet estar alterando nosso cérebro, diz especialistas

Em um primeiro estudo publicado na World Psychiatry – principal revista de pesquisa psiquiátrica do mundo, os pesquisadores investigaram as principais hipóteses sobre como a Internet pode alterar processos cognitivos e examinou ainda mais a medida em que essas hipóteses foram suportadas por recentes descobertas de psicológica, pesquisa psiquiátrica e de neuroimagem.

O extenso relatório, liderado pelo Dr. Joseph Firth, Pesquisador Sênior da Universidade de Manchester, combinou as evidências para produzir modelos revisados ​​sobre como a Internet estar alterando nosso cérebro, desde a sua estrutura, função e desenvolvimento cognitivo.

“As principais conclusões deste relatório são que os altos níveis de uso da Internet podem realmente afetar muitas funções do cérebro. Por exemplo, o fluxo ilimitado de prompts e notificações da Internet nos incentiva a manter constantemente uma atenção dividida – que então por sua vez, pode diminuir nossa capacidade de manter a concentração em uma única tarefa”, disse o Dr. Firth.

“Além disso, o mundo online agora nos apresenta um recurso excepcionalmente grande e constantemente acessível para fatos e informações, que nunca está a mais do que alguns toques e toques. Dado que agora temos a maioria das informações factuais do mundo literalmente ao nosso alcance, isso parece ter o potencial de começar a mudar as maneiras pelas quais armazenamos e até valorizamos fatos e conhecimentos na sociedade e no cérebro.” acrescentou o Dr Firth.

a Internet estar alterando nosso cérebro

Co-autor e diretor do programa de psiquiatria digital do Centro Médico da Harvard Medical School, o Dr. John Torous acrescentou: “Os resultados deste artigo destacam o quanto temos que aprender sobre o impacto de nossa vida digital na saúde mental e saúde do cérebro. Certamente há novos benefícios potenciais para alguns aspectos da saúde, mas precisamos equilibrá-los contra os riscos potenciais”.

O Dr. Joseph Firth, concluiu: “Está claro que a Internet alterou drasticamente a oportunidade de interações sociais e os contextos nos quais as relações sociais podem ocorrer. Portanto, agora é fundamental entender o potencial do mundo online para realmente alterar nosso funcionamento social e determinar quais aspectos de nosso comportamento social irão mudar e quais não”.

O relatório completo está disponível na versão online da revista psiquiátrica World Psychiatry.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.