Pessoas com pressão alta podem obter benefícios fazendo dieta?

A pressão arterial é uma medida da força que o coração usa para bombear o sangue pelo corpo. É geralmente apresentada em dois números: a pressão quando o coração empurra o sangue para fora (pressão sistólica) e a pressão quando o coração para entre batimentos (pressão diastólica).

A pressão arterial é considerada alta quando a pressão sistólica está acima de 140 e/ou a pressão diastólica está acima de 90, frequentemente escrita como ‘140 acima de 90’ ​​e medida em milímetros de mercúrio (mmHg). O risco de desenvolver hipertensão aumenta à medida que envelhecemos.

A hipertensão arterial é uma das principais causas de morte precoce e invalidez em todo o mundo. Pode aumentar o risco das pessoas de desenvolverem graves problemas de saúde a longo prazo, como ataque cardíaco ou derrame.

A redução da pressão arterial em pessoas com hipertensão reduz o número de pessoas que desenvolvem doenças do coração e dos vasos sanguíneos (doenças cardiovasculares), o que leva a menos mortes e problemas cardiovasculares.

Peso e pressão alta

A hipertensão arterial costuma estar relacionada a hábitos de vida pouco saudáveis, como fumar, beber muito álcool, estar acima do peso e não praticar exercícios físicos o suficiente.

Todas as diretrizes de tratamento recomendam manter um peso saudável e perder peso quando necessário. Algumas pessoas optam por perder peso seguindo uma dieta, por exemplo, comendo menos gordura ou limitando o número de calorias que comem.

Objetivo da revisão

Os autores queriam descobrir se seguir uma dieta para perder peso tem efeitos duradouros sobre a pressão arterial e se poderia reduzir os efeitos indesejáveis ​​da pressão alta na saúde das pessoas.

O que foi feito?

A equipe pesquisou estudos que compararam os efeitos de seguir uma dieta para perda de peso com o não seguir uma dieta, em pessoas com pressão alta.

Eles estavam interessados ​​nos efeitos da dieta sobre a pressão arterial e o peso corporal. Também queriam saber quantas pessoas experimentaram quaisquer efeitos indesejáveis, quantas pessoas desenvolveram doenças cardiovasculares e quantas pessoas morreram.

Eles procuraram estudos controlados randomizados, nos quais os tratamentos que as pessoas recebiam eram decididos aleatoriamente. Esse tipo de estudo geralmente fornece as evidências mais confiáveis ​​sobre os efeitos de um tratamento.

Foram avaliadas a confiabilidade das evidências que encontramos. Os autores consideraram fatores como: como os estudos foram conduzidos, quantas pessoas eles envolveram e se seus resultados foram consistentes entre os estudos.

Achados dos autores

A equipe localizou oito estudos em 2.100 pessoas com hipertensão (idade média de 45 a 66 anos). Os estudos foram conduzidos nos EUA (4 estudos) e na Europa (4 estudos) e duraram de 6 a 36 meses.

Nenhum dos estudos relatou informações úteis sobre quaisquer efeitos indesejados de seguir uma dieta para perda de peso.

Quais são os resultados da revisão?

Uma dieta para emagrecer provavelmente permitiu que as pessoas perdessem peso (5 estudos, 888 pessoas) e pode ter baixado a pressão arterial (3 estudos, 731 pessoas), em comparação com pessoas que não seguiram uma dieta.

Não foram encontradas evidências suficientes sobre se seguir uma dieta afetou o número de pessoas que morreram ou desenvolveram doenças cardiovasculares. Três estudos relataram que ninguém morreu durante o estudo, apenas um estudo avaliou quantas pessoas desenvolveram uma doença cardiovascular.

Confiabilidade nos resultados

Os autores estão moderadamente confiantes de que as pessoas com pressão alta perdem peso depois de seguir uma dieta para emagrecer, no entanto, esses resultados podem mudar se houver mais evidências disponíveis.

Eles estão menos confiantes sobre se uma dieta para perda de peso reduz a pressão arterial, porque esses resultados são baseados em um pequeno número de estudos, esse resultado provavelmente mudará se houver mais evidências disponíveis.

Mensagens-chave

Embora as pessoas com pressão alta tenham perdido peso e tenham diminuído a pressão arterial após seguir uma dieta para emagrecer, em comparação com pessoas que não seguiram a dieta, não foram localizadas evidências confiáveis ​​o suficiente para ter certeza sobre esse resultado.

Não há certeza se seguir uma dieta para emagrecer poderia reduzir as doenças cardiovasculares porque não foram encontrados estudos suficientes que examinassem isso.

Conclusão dos autores

Na segunda atualização, as conclusões permanecem inalteradas, uma vez que não foram encontrados novos ensaios. Em pessoas com hipertensão primária, as dietas para perda de peso reduziram o peso corporal e a pressão arterial, mas a magnitude dos efeitos é incerta devido ao pequeno número de participantes e estudos incluídos nas análises.

Não se sabe se a perda de peso reduz a mortalidade e a morbidade. Nenhuma informação útil sobre os efeitos adversos foi relatada nos estudos relevantes.

__________________________

O estudo original foi publicado na Cochrane Library

* “Long‐term effects of weight‐reducing diets in people with hypertension” – 2021

Autores do estudo: Semlitsch T, Krenn C, Jeitler K, Berghold A, Horvath K, Siebenhofer A – 10.1002/14651858.CD008274.pub4

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.