Obesidade na terceira idade: estudo mostra porque ganhamos peso!

Muitas pessoas lutam para controlar seu peso à medida que envelhecem. Agora, uma nova pesquisa no Karolinska Institutet, na Suécia, descobriu o motivo da obesidade na terceira idade: a rotatividade de lipídios no tecido adiposo diminui durante o envelhecimento e facilita o ganho de peso, mesmo que não comamos mais ou nos exercitemos menos do que antes.

Obesidade na terceira idade

Os cientistas estudaram as células de gordura em 54 homens e mulheres durante um período médio de 13 anos. Nesse período, todos os indivíduos, independentemente de terem ganho ou perdido peso, apresentaram reduções na renovação lipídica no tecido adiposo, definida como a taxa na qual os lipídios (ou gorduras) nas células adiposas são removidos e armazenados. Aqueles que não compensaram isso comendo menos calorias ganharam peso em média 20%, de acordo com o estudo realizado em colaboração com pesquisadores da Universidade de Uppsala, na Suécia, e da Universidade de Lyon, na França.

Os pesquisadores também examinaram a renovação lipídica em 41 mulheres submetidas à cirurgia bariátrica e como a taxa de renovação lipídica afetou sua capacidade de manter o peso reduzido de quatro a sete anos após a cirurgia. O resultado mostrou que apenas aqueles que tinham uma taxa baixa antes da cirurgia conseguiram aumentar a rotatividade de lipídios e manter a perda de peso. Os pesquisadores acreditam que essas pessoas podem ter tido mais espaço para aumentar sua renovação lipídica do que aquelas que já tiveram um pré-operatório de alto nível.

“Os resultados indicam pela primeira vez que os processos em nosso tecido adiposo regulam as alterações no peso corporal durante o envelhecimento de maneira independente de outros fatores. Isso pode abrir novas maneiras de tratar a obesidade na terceira idade”, diz Peter Arner, professor do Departamento de Medicina de Huddinge no Karolinska Institutet e um dos principais autores do estudo.

Obesidade na terceira idade - exercicios ajudam a saudeEstudos anteriores mostraram que uma maneira de acelerar a renovação lipídica no tecido adiposo é exercitar-se mais. Esta nova pesquisa apóia essa noção e indica ainda que os resultados a longo prazo da cirurgia para perda de peso melhorariam se combinados com o aumento da atividade física.

A obesidade e as doenças relacionadas à obesidade se tornaram um problema global. Compreender a dinâmica lipídica e o que regula o tamanho da massa gorda em humanos nunca foi tão relevante.

O estudo completo foi publicado na revista Nature Medicine.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.