Os exames de sangue podem prever a chegada da menopausa!

De acordo com um novo estudo, os exames de sangue podem substituir os períodos menstruais e indica quando uma mulher está chegando à menopausa.

O estudo descobriu que medir os níveis do hormônio anti-Mülleriano (AMH) pode prever quando o período menstrual final da mulher ocorrerá. O AMH serve como um indicador de quantos óvulos resta na mulher. As mulheres nascem com seu suprimento vitalício de óvulos, e o suprimento diminui à medida que as mulheres se aproximam da menopausa.

A chegada da Menopausa

“Estabelecer uma maneira de medir o tempo que a mulher tem até o final do período menstrual tem sido o santo graal da pesquisa sobre menopausa. Padrões de sangramento ou testes disponíveis anteriormente para prever este tempo, só podem nos ajudar a reduzir a janela para um período de quatro anos, o que não é clinicamente útil. Agora as mulheres podem tomar melhores decisões médicas com base nas informações mais completas oferecidas pelas novas e mais sensíveis medições do hormônio Müller”, disse o autor principal da pesquisa o Dr Nanette Santoro, da Faculdade de Medicina da Universidade do Colorado em Aurora, EUA.

Os exames de sangue podem prever com precisao a chegada da menopausa“Para as mulheres que estão determinando se devem fazer uma cirurgia para gerenciar miomas ou se é seguro parar de usar o controle da natalidade, fazer uma medição de AMH pode fornecer informações adicionais sobre o momento da menopausa. Um baixo nível de AMH em uma mulher com mais de 48 anos indica que a menopausa provavelmente está se aproximando”, disse Dr Santoro.

O estudo prospectivo de coorte longitudinal fez parte do Estudo de Saúde da Mulher O SWAN. Os pesquisadores analisaram exames de sangue realizados em 1.537 mulheres entre 42 e 63 anos. O estudo SWAN de longo prazo monitorou as mudanças na saúde das mulheres durante a transição da menopausa. Para este estudo, as amostras de sangue das participantes foram testadas quanto aos níveis de AMH, bem como ao hormônio folículo-estimulante, outro hormônio reprodutivo.

Os resultados

Os pesquisadores usaram um teste mais sensível do que o que estava disponível anteriormente para medir os níveis de AMH das participantes. Esse processo tornou possível prever o período final do período menstrual dentro de 12 a 24 meses em mulheres com 40 e 50 anos.

“Os pesquisadores pensam há muito tempo que o AMH seria um marcador superior do tempo para a menopausa, mas os testes não foram sensíveis o suficiente para detectar os níveis muito, muito baixos que ocorrem em um ano ou dois que antecederam a menopausa. Foi preciso uma coorte como o Estudo da Saúde da Mulher (SWAN), que seguia as mesmas mulheres ano após ano, desde antes da menopausa até bem depois, para obter o tipo de dados necessário para demonstrar o valor preditivo do AMH”, disse o co-autor da pesquisa o Dr Joel S. Finkelstein, do Hospital Geral de Massachusetts, em Boston, Massachusetts.

 

______________________

A pesquisa completa publicada no periódico médico The Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism.

* “Anti-Mullerian Hormone and Impending Menopause in Late Reproductive Age: The Study of Women’s Health Across the Nation” – 2020.

Autores da pesquisa: Joel S Finkelstein, Hang Lee, Arun Karlamangla, Robert M Neer, Patrick M Sluss, Sherri-Ann M Burnett-Bowie, Karin Darakananda, Patricia K Donahoe, Sioban D Harlow, Sarah H Prizand, Hadine Joffe, Ajay Kumar, Deborah E Martin, Daniel McConnell, Steffenie Merrilat, Anthony Morrison, Lisa M Pastore, John F Randolph, Gail A Greendale, Nanette Santoro – 10.1210/clinem/dgz283

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.