Sequenciamento unicelular revela informações sobre o embrião humano!

Uma equipe de pesquisadores afiliados a várias instituições na China usou o sequenciamento unicelular para aprender mais sobre o embrião humano durante a implantação no útero. Em seu artigo publicado na revista Nature, o grupo descreve o sequenciamento de milhares de células embrionárias humanas antes, durante e após a implantação e o que aprenderam com elas.

Sobre o embrião humano

Logo após um espermatozóide fertilizar um óvulo, o óvulo se liga ao revestimento do útero. Isso permite que o embrião receba oxigênio e nutrientes da mãe. Nesse novo esforço, os pesquisadores analisaram o que acontece durante esse período crítico da reprodução humana .

Para aprender mais sobre o que acontece durante o processo de implantação, os pesquisadores fertilizaram 65 óvulos humanos e permitiram que eles crescessem em um sistema de cultivo in vitro. Isso permitiu que eles estudassem milhares de células antes, durante e depois do início do processo de implantação.

Os pesquisadores começaram seu estudo realizando um tipo de sequenciamento unicelular chamado scTrio-seq em aproximadamente 2.000 células embrionárias antes da implantação (seis dias após a fertilização). Em seguida, eles realizaram sequenciamento similar em 9000 células adicionais após a implantação. Em seguida, eles realizaram 3200 comparações de células de diferentes linhagens primitivas.

Os pesquisadores relatam que encontraram a re-metilação após a implantação mais cedo em algumas células primitivas do que em outras. Eles também foram capazes de rastrear o processo de inativação do cromossomo X em embriões femininos.

Eles também relatam que foram capazes de acompanhar os turnos de transcrição, ver a atividade nas linhagens celulares e seguir as mudanças na rede reguladora. E eles foram capazes de aprender mais sobre a dinâmica de metilação do DNA e características celulares em geral, como as células participaram no processo de implantação.

Sequenciamento unicelular revela informações sobre o embrião humano

Eles relatam ainda que as linhagens precursoras se desenvolveram de maneira diferente e que havia algumas rotas de implantação graduais como parte do desenvolvimento. Eles também encontraram evidências de células se preparando para interações entre o embrião e a mãe durante o processo de implantação.

Os pesquisadores reconhecem que pode haver diferenças no processo de implantação de sistemas in vivo versus in vitro, mas sugerem que seu trabalho criou um caminho para uma melhor compreensão do processo.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *