Médicos Preveem Peso, IMC, Obesidade Usando Índice Genético!

Um novo estudo determinou que os médicos podem atribuir um escore de risco que pode prever com precisão o índice de massa corporal, o risco de obesidade e o risco geral de doença usando o índice genético.

O Wall Street Journal informou sobre o estudo, que foi realizado no Instituto Broad do MIT e Harvard, cujos resultados foram publicados na revista Cell.

Os novos estudos sobre índice genético

Os pesquisadores descobriram que, no caso de mais de 306 mil pessoas, um escore poligênico – que é um fator genético – foi capaz de prever com precisão seu índice de massa corporal, peso e status de obesidade. O processo analisa vários genes para atribuir um escore poligênico, que pode ser usado pelos médicos para tratar melhor os pacientes.

“O risco de obesidade dos genes pode agora ser destilado em um único número para cada pessoa, é como medir o colesterol de alguém”, disse o geneticista, cardiologista e autor sênior do estudo, Sekar Kathiresan.

O escore de risco também pode ser usado como uma medida preventiva, particularmente com a taxa de obesidade da América entre os adultos chegando a 40%.

“As pessoas terão conhecimento sobre seu risco particular, e isso seria uma base para esforços práticos de prevenção”, disse Eric Topol, do Scripps Research Translational Institute, ao Journal.

A obesidade muitas vezes leva ao diabetes, que em alguns casos aumenta o risco de doença de Parkinson, foi relatado no ano passado.

Índice-genético-Diabetes

Os dados coletados no estudo, serão encaminhados a mais de 100 hospitais nos Estados Unidos e já estão sendo solicitados por outros em vários países. Uma equipe da Organização mundial de Saúde, pretende deixar os testes a disposição em seu site, para que possam ser utilizados por médicos que tenham interesse ao redor do mundo.

“Os estudos estão apenas no inicio, contamos com a colaboração de qualquer parceiro que queira nos ajudar a aprimorar os resultados”, disse o Dr Sekar Kathiresan.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.