Dieta rica em fibras pode reduzir o risco de depressão

Atualmente é muito comum que vários tipos de dieta entre e saiam de moda, mas uma dieta rica em fibras cobre todos os aspetos quando se trata de uma boa saúde alimentar.

Comer alimentos ricos em fibras pode reduzir o risco de doenças crônicas e fazer aumenta a saciedade por mais tempo, o que pode auxiliar o indivíduo a manter um peso saudável, de acordo com a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA.

Uma nova pesquisa sugere que mulheres que comem uma dieta rica em fibras têm menos probabilidade de ficarem deprimidas do que mulheres que consomem menos fibras.

O estudo, publicado em 6 de janeiro de 2021, em Menopause: The Journal of the North American Menopause Society, não foi projetado para descobrir o porquê do link, mas os autores especulam que é por causa do impacto positivo da fibra na saúde intestinal.

Estudo examina a influência da fibra alimentar nos problemas de humor

Para descobrir se consumir mais fibra teve um impacto sobre a probabilidade de depressão, os investigadores usaram dados da Pesquisa Nacional de Saúde e Exame Nutricional da Coreia de 2014, 2016 e 2018.

Mais fibra pode diminuir o risco de depressão? Pode não ser tão simples

Os resultados da pesquisa são interessantes, mas os autores fazem muitas suposições, diz Stephanie Faubion, MD, MBA, diretora do centro de saúde da mulher na Clínica Mayo em Rochester, Minnesota, e diretora médica da North American Menopause Society (NAMS), que não esteve envolvida na pesquisa.

“Eles estão presumindo que a direção da associação vai apenas para um lado, que a ingestão de fibras está afetando a depressão, e acho que isso está incorreto”, diz ela.

O que vem primeiro, depressão ou uma dieta pobre em fibras?

Pode ser que as pessoas deprimidas tenham uma dieta pobre e comam menos fibras como resultado de sua depressão, diz Faubion. “Talvez estejam deprimidos demais para cozinhar ou buscar refeições saudáveis. As pessoas tendem a cuidar melhor de si mesmas, seja por uma dieta melhor ou fazendo exercícios regularmente, quando seu humor está melhor”, disse.

Quando as pessoas estão deprimidas, muitas vezes procuram opções menos saudáveis, acrescenta.

“A última coisa que quero que as pessoas aprendam com essas descobertas é que, se você melhorar sua dieta, poderá tratar sua depressão – essa é uma mensagem perigosa”, destacou. Pessoas que estão sentindo sintomas de depressão devem falar com seu médico e receber o tratamento médico apropriado, ela acrescenta.

Comer melhor faz com que a pessoa se sinta melhor

Isso não quer dizer que não exista uma conexão cérebro-intestino, diz Faubion. “Eu acredito que há uma conexão, e o que você coloca na boca é definitivamente importante e pode definitivamente afetar seu humor”, afirma.

“O que você come vai afetar o seu microbioma, e uma dieta saudável pode ajudar a ter uma conexão positiva”, observou Faubion.

Adicionar fibra à dieta pode ter vários benefícios

Se o indivíduo está em busca de uma alimentação saudável, adicionar fibras à sua dieta pode ser uma boa maneira de fazer isso, disse Faubion. E, como bônus, a saúde mental pode melhorar um pouco, acrescenta.

A chave para adicionar fibra com sucesso na alimentação é aumentar a ingestão lentamente, comentou DeSapri. “Se você tem uma dieta em que não come muita fibra e começa a comer uma xícara de feijão todos os dias, provavelmente vai ter gases e inchaço.”

Embora a maioria dos americanos não coma fibras suficientes, a quantidade diária recomendada para mulheres que consomem 2.000 calorias por dia é de 28 gramas. Uma boa meta geral, diz Despari, é consumir 25g por dia.

O médico deu alguns conselhos sobre com aumentar a ingestão de fibras no dia a dia:

  • Adicionar um alimento rico em fibras, como aveia cortada em aço (¼ xícara de aveia seca fornece 5g de fibra) ou feijão a cada dois dias.
  • Adicionar as sementes de chia a um suco ou polvilhar por cima do iogurte. Uma colher de sopa dessas sementes dá 5g.
  • Comer frutas de fácil acesso, como maçã (5g de fibra em uma grande), laranja ou banana (vale cerca de 3g de fibra).
  • Os grãos integrais podem ser uma boa fonte de fibra, mas é necessário verificar o rótulo nutricional porque o conteúdo de fibra pode variar dependendo do tipo de pão ou embalagem.

___________________________

O estudo original foi publicado na revista Menopause

* “Inverse association between dietary fiber intake and depression in premenopausal women” – 2021

Autores do estudo: Kim, Yunsun MD, Hong, Minseok MD, Kim, Seonah MD, PhD, Shin, Woo-young MD, PhD, Kim, Jung-ha MD, PhD – Estudo

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.