Ministério da saúde vai liberar lotes de Cloroquina aos pacientes com coronavírus!

Na tarde desta quarta feira o secretário de Ciências, Tecnologia e Insumos estratégicos Denizzar Vianna, anunciou que o Ministério da Saúde vai liberar cerca de 3,4 milhões de unidades de cloroquina para o tratamento de pacientes com casos graves de coronavírus.

Cloroquina para pacientes com coronavírus

Após estudos que mostraram bons resultados iniciais, a cloroquina, um medicamento de uso particular em pacientes com malária e lúpus, mostrou-se capaz de interromper a infecção causa pelo vírus da covid-19. Segundo o secretário, o medicamento será utilizado como terapia complementar aos atuais tratamentos empregados em pacientes com casos graves em hospitais por todo o país.

O Brasil hoje tem uma grande capacidade de produzir a cloroquina em larga escala e isso pode ajudar no combate a pandemia. De acordo com o Ministério da saúde, “cabe aos médicos diagnosticar quais os pacientes em estado grave podem ser medicados com a cloroquina”.

“Ainda existem muitos poucos estudos e relatos sobre a eficácia da cloroquina para o coronavírus no mundo, o que queremos é deixar a disposição dos médicos mais uma arma para ser utilizado no combate da doença. O nosso protocolo foi feito com base no conhecimento que o nosso país tem com relação ao uso deste medicamento. É importante deixar claro a população de uma maneira geral, que este medicamento tem efeitos colaterais que podem ser nocivos se utilizados incorretamente, portanto só devem ser prescritos com orientação médica”, salientou Luiz Henrique Mandetta, Ministro da saúde.

Ministério da saúde libera Cloroquina aos pacientes com coronavírusO mundo acompanha de perto os resultados preliminares dos testes com cloroquina e aguarda ansioso que esta possa ser uma alternativa eficaz para uma solução definitiva para a covid-19 que já atingiu mais de 400 mil pessoas em todo o mundo e já vitimou mais de 20 mil pessoas, 7.503 somente na Itália, epicentro da doença neste momento.

Os Estados Unidos também estão executando testes com a cloroquina, o país é atualmente o terceiro em número de casos e de acordo com a OMS, nos próximos dias pode se tornar o principal epicentro da pandemia, já são mais de 62 mil casos, 40 mil nas últimas 48 horas, com quase duzentas mortes somente na cidade de Nova York.

Continuaremos informando sobre as principais novidades do coronavírus no Brasil e no mundo.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.