Medicamento pode ser o melhor tratamento para doença pulmonar crônica

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença comum e progressiva caracterizada por tosse crônica, limitação do fluxo aéreo e exacerbações recorrentes.

Uma vez que as exacerbações da DPOC estão ligadas ao aumento da mortalidade e redução da qualidade de vida, a condição representa um fardo substancial para os indivíduos, a sociedade e o sistema de saúde.

O manejo eficaz das exacerbações da DPOC que inclui o tratamento de condições relacionadas em pessoas com a doença é, portanto, reconhecido como uma questão clínica relevante e um tópico de pesquisa importante.

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma comorbidade conhecida da DPOC, e acredita-se que a microaspiração pulmonar de ácido gástrico seja uma possível causa das exacerbações da DPOC.

Portanto, a redução da secreção de ácido gástrico pode levar a uma redução nas exacerbações da DPOC. Os inibidores da bomba de prótons (IBPs) são um dos medicamentos mais comumente prescritos e são recomendados como terapia de primeira linha para pessoas com DRGE devido aos seus efeitos inibitórios na secreção de ácido gástrico.

O tratamento com IBP pode representar uma opção de tratamento viável para pessoas com DPOC.

Objetivo principal da revisão

Os autores da revisão desejam saber se os inibidores da bomba de prótons (IBP) são eficazes em (a) reduzir as exacerbações da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e (b) melhorar a qualidade de vida das pessoas com DPOC.

Foi realizada a busca por ensaios clínicos randomizados para responder a essa pergunta e encontramos apenas um estudo, com 103 participantes.

O que foi estudado na revisão?

O estudo analisou especificamente a DPOC. Ela é uma doença respiratória comum, caracterizada por tosse com muco e falta de ar. A doença pulmonar crônica é uma das principais causas de morte em todo o mundo e reduz a qualidade de vida.

A DPOC está associada à hospitalização e morte, colocando um grande fardo na sociedade e na economia. A exacerbação da DPOC é causada por diferentes condições que requerem diferentes terapias.

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma das causas da exacerbação da DPOC. A DRGE é uma doença gastrointestinal comum causada pelo refluxo do ácido do estômago para o esôfago (tubo alimentar) e os pulmões. Isso dá às pessoas os sintomas de azia e tosse.

Quando as pessoas têm DRGE, elas recebem IBPs para tratá-lo. Eles atuam reduzindo a quantidade de ácido estomacal. Embora os IBPs sejam eficazes no tratamento dos sintomas da DRGE, não está claro se a adição de IBPs ao tratamento usual reduz a frequência das exacerbações da DPOC ou melhora a qualidade de vida das pessoas com DPOC.

Resultados principais

Os autores encontraram apenas um estudo relevante. Era de um hospital universitário e três hospitais municipais no Japão. Este estudo comparou os efeitos de um PPI mais o cuidado usual com o cuidado usual sozinho em pessoas com DPOC que não tinham história ou sintomas de DRGE.

Os pesquisadores investigaram as mudanças na frequência das exacerbações da DPOC e do resfriado comum ao longo de um período de 12 meses.

O ensaio usou uma dose diária de 15 mg de um IBP denominado lansoprazol. Houve evidência de baixa certeza de uma redução no número de pessoas em lansoprazol que tiveram exacerbações da DPOC em comparação com pessoas que tiveram os cuidados habituais.

A equipe responsável pela revisão não encontrou estudos que descrevessem os efeitos dos IBPs na pneumonia e eventos adversos graves, qualidade de vida, função pulmonar ou eventos adversos específicos da doença.

Conclusão dos autores

As evidências identificadas por esta revisão são insuficientes para determinar se o tratamento com IBP é uma opção potencial para a DPOC.

O tamanho da amostra do estudo incluído é pequeno e as evidências são de baixa a muito baixa certeza. A eficácia e o perfil de segurança dos PPIs para pessoas com DPOC permanecem incertos.

São necessários estudos futuros de grande escala e alta qualidade, que investiguem os principais desfechos clínicos, como taxa de exacerbação da DPOC, eventos adversos graves e qualidade de vida.

____________________________

O estudo original foi publicado na Cochrane Library

* “Proton pump inhibitors for chronic obstructive pulmonary disease” – 2020

Autores do estudo: Kikuchi S, Imai H, Tani Y, Tajiri T, Watanabe N – 10.1002/14651858.CD013113.pub2

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.