Encontrado novo método de diagnóstico de tumores agressivos!

Pesquisadores do Karolinska Institutet, na Suécia, desenvolveram um método novo e barato que para o diagnóstico de tumores agressivos e, portanto, precisam ser tratados com mais agressividade.

Uma característica comum das células cancerígenas são as alterações no número de cópias nas quais cada cromossomo ou gene está presente no genoma – um fenômeno conhecido como alteração no número de cópias ou CNAs. Dentro do mesmo tumor, células pertencentes a diferentes partes anatômicas do tumor podem transportar CNAs diferentes. tumores com muitos CNAs são tipicamente muito agressivos e tendem a se reformar com mais frequência, mesmo após tratamentos severos.

O novo método de diagnóstico de tumores agressivos

Agora, o Laboratório Bienko-Crosetto do Karolinska Institutet e o Science for Life Laboratory (SciLifeLab) na Suécia desenvolveram um novo método genômico, chamado CUTseq, que pode avaliar a quantidade e o tipo de CNAs em muitas partes diferentes do mesmo tumor, a uma custo muito menor do que as tecnologias existentes e consegue fazer o diagnóstico de tumores agressivos.

“Espero que o CUTseq encontre muitas aplicações úteis no diagnóstico do câncer. O sequenciamento de tumores em várias regiões será cada vez mais utilizado no cenário diagnóstico, a fim de identificar pacientes com tumores altamente heterogêneos que precisam ser tratados com mais agressividade. Acredito que nosso método possa desempenhar um papel de liderança aqui”, diz Nicola Crosetto, pesquisador sênior do Departamento de Bioquímica Médica e Biofísica do Karolinska Institutet e um dos principais autores do artigo.

O método trabalha com o DNA extraído de várias biópsias e até mesmo de partes muito pequenas de seções de tecidos finos – o tipo de amostra em que os patologistas geralmente usam para diagnosticar o câncer sob o microscópio.

Marcando o DNA extraído de várias regiões da mesma amostra de tumor com códigos de barras moleculares exclusivos, é possível obter uma imagem abrangente da heterogeneidade de CNAs em um tumor com um único experimento de sequenciamento.

Encontrado novo método de diagnóstico de tumores agressivosAs aplicações do CUTseq não se limitam apenas ao diagnóstico de câncer, de acordo com os pesquisadores por trás do novo método.

“Por exemplo, o CUTseq poderia ser usado como uma plataforma para autenticação de linha celular e para monitorar a estabilidade do genoma em grandes repositórios de linha celular e biobancos”, diz Magda Bienko, pesquisadora sênior do mesmo departamento e a outra autora sênior do artigo. “Também poderia ser aplicado em ecologia, como uma alternativa a outros métodos de sequenciamento de genoma de representação reduzida, como o RAD-seq, para avaliar a biodiversidade de uma maneira econômica.”

A técnica completa foi apresentada na revista científica Nature Communications.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.