Cuidados paliativos para pessoas diagnosticadas com tumor cerebral

Os tumores cerebrais podem ter um impacto significativo nas pessoas e seus cuidadores. Os tumores cerebrais podem prejudicar o funcionamento físico, neurocognitivo e social das pessoas, o que pode afetar toda a família, principalmente os cuidadores informais, que muitas vezes recebem apoio inadequado. Há evidências em outros tipos de câncer que fornecer acesso a cuidados paliativos nos estágios iniciais da doença de uma pessoa pode ajudar a melhorar sua qualidade de vida e de seus cuidadores. No entanto, não foi confirmado que este seja o caso de pessoas com tumores cerebrais.

Objetivos da revisão

O objetivo foi avaliar estudos que incluíram intervenções precoces de cuidados paliativos, incluindo encaminhamento para serviços especializados de cuidados paliativos em comparação com cuidados habituais, para melhorar os resultados em adultos diagnosticados com tumor cerebral primário e seus cuidadores.

Busca por evidências

A equipe pesquisou bancos de dados de literatura médica eletrônica para estudos que incluíam uma variedade de diferentes tipos de ensaios médicos, publicados e em andamento. Os autores fizeram uma busca manual nas listas de referências dos principais artigos e buscaram os principais autores de pesquisas na área.

Foram incluídos adultos confirmados com tumor cerebral primário e cuidadores informais, como parentes.

Achados dos autores

Não foi encontrado nenhum estudo examinando o impacto de equipes especializadas em cuidados paliativos nos resultados para pacientes ou seus cuidadores. A equipe incluiu um estudo que se concentrou em uma única área de sintoma – a cognição – em um grupo de pacientes dos quais cerca de metade tinha um tumor de alto grau.

O estudo randomizou pacientes entre um grupo que recebeu uma intervenção estruturada de reabilitação cognitiva e um grupo que recebeu os cuidados habituais de reabilitação de medicamentos e fisioterapia. A reabilitação cognitiva consistiu em exercícios supervisionados baseados em computador, com duração de 45 minutos por vez, quatro vezes por semana, durante um período de quatro semanas.

Não houve diferença importante entre os dois grupos além de alguma melhora na atenção visual e memória verbal naqueles que receberam a intervenção de reabilitação cognitiva. No entanto, os autores avaliaram a certeza da evidência como muito baixa e não encontraram evidências neste ou em outros estudos sobre qualquer outro aspecto dos cuidados paliativos.

O que isto significa?

Não foram realizadas pesquisas suficientes sobre intervenções precoces de cuidados paliativos que apoiam pessoas com tumores cerebrais primários e seus cuidadores.

São necessárias pesquisas que examinem abordagens coordenadas para a prestação geral de cuidados paliativos e intervenções que se concentrem em aspectos específicos da paliação nessa população.

Conclusão dos autores

Atualmente, há uma falta de pesquisas focadas na introdução de intervenções paliativas precoces especificamente para pessoas com tumores cerebrais primários, seja como abordagens coorde nadas de cuidados paliativos especializados ou intervenções focadas em um aspecto específico da paliação.

Pesquisas futuras devem abordar as deficiências metodológicas descritas em estudos de intervenção paliativa precoce em outros cânceres e condições crônicas.

Em particular, a população específica sob investigação, o momento e o cenário da intervenção devem ser claramente descritos e os componentes padronizados específicos de cuidados paliativos da intervenção devem ser definidos em detalhes.

_____________________________

O estudo original foi publicado na Cochrane Library

“Early palliative interventions for improving outcomes in people with a primary malignant brain tumour and their carers” – 2021

Autores do estudo: Byrne A, Torrens-Burton A, Sivell S, Moraes FYnoe, Bulbeck H, Bernstein M, Nelson A, Fielding H – Estudo

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.