Efeitos do sulfato de magnésio na bronquiolite aguda em crianças

A bronquiolite aguda é causada por um vírus e afeta principalmente crianças de até dois anos de idade. Essa condição bloqueia pequenas vias aéreas nos pulmões, causando tosse, respiração ofegante e dificuldades respiratórias.

O tratamento usual envolve cuidados de suporte, que incluem o fornecimento de líquidos adequados e oxigênio umidificado. Crianças com bronquiolite podem precisar de tratamento intensivo.

Objetivos

Avaliar os efeitos do sulfato de magnésio na bronquiolite aguda em crianças de até dois anos de idade.

Revisão da pergunta

Os autores investigaram a eficácia e segurança do sulfato de magnésio no tratamento de crianças de até dois anos de idade com bronquiolite aguda.

Métodos de busca

As pesquisas foram feitas nos registros do CENTRAL, MEDLINE, Embase, LILACS, CINAHL e dois ensaios clínicos até 30 de abril de 2020.

A equipe entrou em contato em contato com os autores dos ensaios para identificar estudos adicionais. Eles pesquisaram anais de conferências e listas de referência de artigos recuperados. Estudos não publicados e publicados eram elegíveis para inclusão.

Critério de seleção

Ensaios clínicos randomizados (ECRs) e quase-ECRs, comparando sulfato de magnésio, sozinho ou com outro tratamento, com placebo ou outro tratamento, em crianças até dois anos de idade com bronquiolite aguda. Os resultados primários foram o tempo de recuperação, mortalidade e eventos adversos.

Os desfechos secundários foram duração da internação hospitalar, pontuação de gravidade clínica de 0 a 24 horas e 25 a 48 horas após o tratamento, teste de função pulmonar, readmissão hospitalar em 30 dias, duração da ventilação mecânica e duração da internação na unidade de terapia intensiva.

Coleta e análise de dados

Os autores usaram procedimentos metodológicos padrão esperados pela Cochrane e também utilizaram os métodos GRADE para avaliar a certeza das evidências.

Características do estudo

Foram incluídos quatro estudos (564 crianças) realizados no Catar, Turquia, Irã e Índia. Três estudos incluíram crianças com bronquiolite moderada a grave.

Os estudos compararam o sulfato de magnésio, administrado por um tubo em uma veia (intravenoso), ou como um spray inalado fino (nebulizado), com um tratamento simulado (conhecido como placebo – algo que se parece com o tratamento com sulfato de magnésio), medicamentos para abrir as vias respiratórias (salbutamol ou epinefrina), uma solução de água salgada (solução salina hipertônica) ou nenhum tratamento.

Principais resultados

Não havia evidências suficientes para saber se o sulfato de magnésio intravenoso ou nebulizado, sozinho ou combinado com outros tratamentos, melhorava os resultados da bronquiolite em crianças de até dois anos de idade.

Não foi possível determinar se o sulfato de magnésio reduziu as mortes, problemas médicos inesperados durante o tratamento, o tempo gasto no hospital ou a gravidade da doença (com base nas pontuações da avaliação clínica dos médicos). O tempo de recuperação não foi medido.

Certeza da evidência

No geral, não há certeza dos resultados.

Implicações para a Prática

Não existem dados e evidências suficientes para estabelecer a eficácia e segurança do sulfato de magnésio em crianças com menos de dois anos de idade com bronquiolite aguda.

Não existe certeza de que, se comparado ao placebo, o sulfato de magnésio pode estar associado a um aumento da taxa de readmissão em 14 dias após a alta hospitalar (evidência de baixa certeza).

Não há evidências disponíveis para nosso desfecho primário, tempo de recuperação, para qualquer comparação e nenhuma evidência para resultados secundários, duração da ventilação mecânica, permanência na unidade de terapia intensiva e função pulmonar.

Implicações para a pesquisa

São necessários ensaios clínicos randomizados bem planejados para avaliar os efeitos do sulfato de magnésio em crianças com bronquiolite aguda. Testes futuros envolvendo crianças de diferentes contextos e incluindo crianças muito doentes com bronquiolite também são necessários.

Resultados, como tempo de recuperação, efeitos adversos, necessidade de ventilação mecânica, duração da ventilação mecânica, necessidade de admissão na unidade de terapia intensiva e tempo de permanência na unidade de terapia intensiva devem ser incluídos.

Conclusão dos autores

Não há evidências suficientes para estabelecer a eficácia e segurança do sulfato de magnésio no tratamento de crianças de até dois anos de idade com bronquiolite aguda.

Nenhuma evidência estava disponível para o tempo de recuperação, duração da ventilação mecânica e permanência na unidade de terapia intensiva ou função pulmonar. Não houve informações sobre eventos adversos para algumas comparações.

São necessários ECRs bem planejados para avaliar os efeitos do sulfato de magnésio em crianças com bronquiolite aguda. Resultados importantes, como o tempo de recuperação e eventos adversos, devem ser medidos.

______________________________

O estudo original foi publicado na Cochrane Library

* “Magnesium sulphate for treating acute bronchiolitis in children up to two years of age” – 2020

Autores do estudo: Chandelia S, Kumar D, Chadha N, Jaiswal N – 10.1002/14651858.CD012965.pub2

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.