Stiproxal


Stiproxal – Bula do remédio

Stiproxal com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Stiproxal têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Stiproxal devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Stiefel

Apresentação de Stiproxal

Frasco com 100 ml.

Advertências

não deve ser utilizado por pessoas hipersensíveis a qualquer componente
da fórmula. Evite o contato do produto com os olhos. Caso isto ocorra, lave-os com água
corrente imediatamente. Interromper o uso se ocorrer irritação do couro cabeludo.

Stiproxal – Posologia

molhar os cabelos. Aplicar o shampoo e massagear o couro cabeludo e
áreas adjacentes até obter uma espuma abundante. Deixar agir por cinco minutos e
enxaguar. Stiproxal deve ser utilizado duas vezes por semana.

Stiproxal – Informações

É um shampoo anticaspa que contém em sua formulação ciclopirox olamina 1,5% e ácido salicílico 3,0%, numa base condicionadora que reduz a descamação do couro cabeludo sem agredir os cabelos.

A caspa é uma afecção do couro cabeludo que se caracteriza por uma descamação
contínua leve a grave e visível das células córneas, podendo progredir, gradualmente,
para dermatite seborréica através de vermelhidão, coceira, irritação e aumento da
descamação.
A ciclopirox olamina é um agente antifúngico eficaz contra o Pityrosporum ovale, fungo
relacionado ao aparecimento da caspa. A ciclopirox olamina, devido à sua atividade frente
aos agentes causadores da caspa, permite o controle da flora do couro cabeludo,
restabelecendo o seu equilíbrio normal. O ácido salicílico também possui atividade
antifúngica secundária, devido ao seu efeito queratolítico, que causa a remoção do estrato
córneo, impedindo o crescimento dos fungos e facilitando a penetração de outros agentes
antifúngicos.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.