Sonhare


Sonhare – Bula do remédio

Sonhare com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Sonhare têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Sonhare devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Boehringer

Apresentação de Sonhare

Drg.: emb. c/ 20 e 40 drágeas.

Sonhare – Indicações

Sonhare é um medicamento fitoterápico indicado nos casos de tensão, agitação, irritabilidade e dificuldade de dormir, principalmente em situações de estresse temporário.

Contra-indicações de Sonhare

O produto é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Sonhare

Até o momento não há relatos de efeitos adversos. Se ocorrerem reações alérgicas (erupções cutâneas), interrompa o tratamento e, se necessário, consulte o seu médico.

Sonhare – Posologia

Adultos e adolescentes acima de 12 anos
Nos casos de tensão, agitação e irritabilidade, tomar 2 a 3 drágeas até 3 vezes ao dia.
Nos casos de dificuldade de dormir, tomar a dose de 2 a 3 drágeas de uma vez, entre meia a uma hora antes de se deitar (considerando-se que tenha sido tomada a dose da noite).
As drágeas devem ser ingeridas com um pouco de água ou com algum outro líquido.

Sonhare – Informações

Raízes de Valeriana

Os efeitos sedativos da raiz de Valeriana já são conhecidos há muito tempo de forma empírica, porém não se pode atribuí-los com certeza a nenhum dos seus constituintes conhecidos.

A atividade depressora do sistema nervoso central induzida pelo óleo essencial e por certos compostos (ácido valerênico, valeranona, valerenal) isolados a partir do óleo essencial foi deduzida a partir da observação de sintomas farmacológicos, mas não pôde ser confirmada em estudos mais recentes. A atividade central foi evidenciada somente após a administração do extrato total da raiz de Valeriana. Vários estudos em humanos demonstraram que extratos secos de raiz de Valeriana administrados oralmente melhoram o período de latência e a qualidade do sono.

Folhas de Melissa

O efeito sedativo do extrato hidroalcoólico (10%) liofilizado administrado via intraperitoneal foi demonstrado por um estudo com camundongos em ambiente familiar (dois compartimentos) e estranho (escada). Os efeitos foram dose-dependentes até 25 mg/kg de peso corpóreo, dose que produziu o máximo efeito.

Doses maiores, de até 100 mg/kg (ou mesmo 800 mg/kg no teste da escada), não aumentaram os efeitos. Baixas doses (3 – 6 mg/kg) de extrato induziram sono em camundongos tratados com uma dose infra-hipnótica de pentobarbital. Doses entre 6 e 50 mg/kg prolongaram o período de sono induzido por pentobarbital, porém doses mais elevadas não produziram o mesmo efeito.

Combinação de raízes de Valeriana e folhas de Melissa

A combinação não foi avaliada em estudos experimentais realizados em animais.

Contudo, um estudo clínico com a combinação de 160 mg de extrato de raiz de Valeriana e 80 mg de extrato de Melissa por comprimido obteve resultados positivos em relação a fatores como nervosismo, cansaço e distúrbios do sono após uma semana de tratamento, e ainda mais expressivos após 4 semanas, na maioria dos 2.395 pacientes. Pacientes que apresentavam grande dificuldade para dormir obtiveram uma melhora na capacidade de dormir, juntamente com fases mais prolongadas de sono profundo.

4Medic

4Medic

As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados não profissionais da saúde. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.