Famoset


Famoset – Bula do remédio

Famoset com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Famoset têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Famoset devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Solvay

Referência

Famotidina 20 e 40mg

Apresentação de Famoset

Famoset 20 mg: caixa c/ 30 compr. rev.
Famoset 40 mg: caixa c/ 30 compr. rev.

Contra-indicações de Famoset

Não há contra-indicações conhecidas ao uso de famotidina. Entretanto, como com todos os
medicamentos, a possibilidade de hipersensibilidade à famotidina ou aos demais
componentes do produto não pode ser excluída. Se houver evidências de hipersensibilidade, o
medicamento deve ser descontinuado.

Advertências

Neoplasia gástrica
A malignidade gástrica deve ser excluída antes do início da terapia de úlcera gástrica com
Famoset. Resposta sintomática à terapia com Famoset para úlcera gástrica não
exclui a presença de malignidade gástrica.
Disfunção renal ou hepática
Como a famotidina é parcialmente metabolizada no fígado e excretada primariamente
pelos rins, deve-se ter cautela na administração da famotidina a pacientes com disfunção
hepática ou renal.
A redução da posologia deve ser considerada se a depuração de creatinina for menor que
10mL/min.
Uso geriátrico
Não foi observado qualquer aumento na incidência ou mudança do tipo de efeito colateral em
pacientes idosos. Não é necessário alterar a posologia com base apenas na idade.

Uso na gravidez de Famoset

Não se recomenda o uso de Famoset durante a gravidez, devendo apenas ser prescrito a
critério médico e quando os benefícios superarem os riscos potenciais envolvidos.
Não se sabe ainda se a famotidina é excretada no leite materno; portanto, as lactantes deverão
suspender a amamentação ou o tratamento.

Interações medicamentosas de Famoset

A famotidina não interage com o sistema enzimático de metabolismo de drogas ligado ao
citocromo P450; portanto, se espera que drogas como warfarina, propranolol, teofilina e
diazepam, que são metabolizadas através desse sistema, não interajam com a famotidina.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Famoset

Famoset é geralmente bem tolerado. Raramente foram relatadas diarréia, cefaléia,
tonturas e constipação. Outras reações adversas, ainda menos freqüentemente relatadas
incluíram boca seca, náuseas e/ou vômitos, exantema, desconforto ou distensão abdominal,
anorexia e fadiga.

Famoset – Posologia

ADMINISTRAÇÃO ORAL
ÚLCERA DUODENAL
Terapia inicial
A dose recomendada de Famoset é de 1 comprimido de 40 mg/dia, ao deitar.
A duração do tratamento é de 4 a 8 semanas, podendo ser abreviada se a endoscopia revelar
que a úlcera foi curada.
Na maioria dos casos de úlcera duodenal, a cura ocorre dentro de 4 semanas, com este regime
posológico. Nos casos em que a cura completa não se verifica após 4 semanas, o tratamento
deve ser continuado por um período adicional de 4 semanas.
Terapia de manutenção
Para a prevenção da recorrência da ulceração duodenal, recomenda-se que a terapia com o
Famoset seja mantida com um comprimido de 20 mg/dia, ao deitar.
ÚLCERA GÁSTRICA BENIGNA
A dose recomendada de Famoset é de um comprimido de 40 mg/dia, ao deitar. A
duração do tratamento é de 4 a 8 semanas, podendo ser abreviada se a endoscopia revelar que
a úlcera foi curada.
SÍNDROME DE ZOLLINGER-ELLISON
Pacientes sem terapia anti-secretória anterior devem ser tratados, inicialmente, com uma dose
de 20 mg a cada 6 horas. A posologia deve ser ajustada às necessidades individuais do
paciente e deve ser mantida, enquanto houver indicação clínica. Doses de até 800 mg/dia têm
sido usadas, por até um ano, sem o desenvolvimento de efeitos adversos significativos ou
taquifilaxia. Os pacientes que estavam recebendo outro antagonista H2 podem passar
diretamente para o uso de Famoset com uma dose inicial mais alta do que aquela
recomendada para casos novos; esta dose inicial dependerá da gravidade da condição e da
última dose de antagonista H2 previamente utilizada.
Ajuste posológico para pacientes com insuficiência renal grave (depuração da creatinina
abaixo de 10 mL/min): a dose de Famoset deve ser reduzida para 20 mg, ao deitar.

Superdosagem

Não há experiência, até o momento, com superdosagem. Devem ser empregadas as medidas
habituais para a remoção do material não absorvido do trato gastrintestinal, monitorização
clínica e medidas de suporte.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *