Pesquisa mostra que o fumo triplica mortes por doenças cardíacas!

Um estudo liderado pela Universidade Nacional Australiana (ANU), o mais aprofundado do mundo, mostra pela primeira vez como o fumo prejudica todo o sistema cardiovascular – o coração e os principais vasos sanguíneos e que está triplicando o números de mortes por doenças cardíacas em todo o mundo.

O Fumo e as mortes por doenças cardíacas

A principal pesquisadora, a Dra Emily Banks, disse que o estudo examinou o impacto do tabagismo em todas as possíveis doenças cardiovasculares.

“Isso inclui investigar o risco de ataque cardíaco, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca, doença do músculo cardíaco, problemas de ritmo e gangrena em todas as classes sociais: homens, mulheres, cidade, país, ricos, pobres”, disse Banks.

“Descobrimos que não há para onde fugir, onde se esconder. Fumar causa danos terríveis em todos os sentidos. Nosso estudo mostra que uma população quase três vezes maior está sendo eliminada a cada ano, incluindo ataques cardíacos e derrames”. Concluiu a Dra Banks.

A equipe de pesquisa rastreou cerca de 190.000 fumantes e não fumantes australianos que participaram do Sax Institute e do Up Study para 36 tipos diferentes de doenças cardiovasculares ao longo de sete anos.

O estudo descobriu que fumar também causa 11.400 hospitalizações de coração por ano – 31 por dia, somente na Austrália.

Os pesquisadores concluíram que fumantes têm cerca de três vezes maior risco de mortes por doenças cardíacas em comparação com pessoas que nunca fumaram e dobram o risco de um ataque cardíaco, derrame ou insuficiência cardíaca. Eles também são cinco vezes mais propensos a desenvolver doenças cardiovasculares periféricas como gangrena.

“Se um fumante tem um ataque cardíaco ou um derrame, é mais provável que isso tenha sido causado pelo fumo”.

As boas notícias

Fumo triplica mortes por doenças cardíacas - Parar de fumar

A pesquisa mostra que parar de fumar reduz acentuadamente o risco de ataques cardíacos, derrame e mortes por doenças cardíacas.

Não importa o quanto você fuma ou quanto tempo você fumou, a melhor hora para parar é agora. A pesquisa foi publicada na revista internacional BMC Medicine e foi realizada em parceria com a Heart Foundation e o Sax Institute.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *