As 7 melhores dicas sobre como ter uma gestão financeira brilhante para sua clínica.

Os profissionais da área de saúde não são preparados durante a formação profissional para lidar com questões voltadas para a administração e gestão financeira para clínicas médicas. Com isso, quando chega o momento de abrir a própria clínica e gerenciar questões voltadas à gestão, surge a necessidade de ter um conhecimento que não foi adquirido.

Essa gestão financeira inclui todos os procedimentos administrativos e financeiros necessários para a organização da clínica enquanto uma empresa. Para cada setor desse negócio, é preciso realizar um planejamento adequado, aliado a um bom controle de gastos.

Desenvolvi este artigo pensando na dificuldade que muitos profissionais têm ao se deparar com o desafio de gerir essas questões. Você vai ter acessoa dicas que vão ajudar a melhorar o planejamento e gerenciamento dos recursos financeiros e administrativos do seu consultório. Acompanhe!

1. Tenha um bom fluxo de caixa

O primeiro fator que precisa ser considerado no processo de gerenciamento de qualquer empresa é a questão do fluxo de caixa. Mas você sabe o que é um fluxo de caixa?

Ele representa a movimentação de dinheiro no caixa da empresa, ou seja, o montante recebido e gasto durante um determinado período de tempo.

Todas as empresas precisam fazer esse fluxo, pois ele é fundamental para o registro de todas as movimentações financeiras que ocorrem na clínica — desde os gastos com estrutura e pessoal até os pequenos gastos com material de escritório ou material médico.

É importante ter em mente que o registro de todas as movimentações financeiras é fundamental para a organização e o planejamento financeiro do seu consultório.

O fluxo de caixa pode ser feito em uma planilha de Excel ou, ainda, por meio de softwares especializados, que oferecem outras soluções que podem ser incorporadas à rotina de controle e gestão da empresa.

2. Separe contas a pagar e contas a receber

Algumas práticas rotineiras são extremamente importantes para uma gestão financeira eficiente: uma delas é a separação das contas a pagar e das contas a receber. Tendo tais informações organizadas, o gestor conhece melhor a realidade do negócio e tem elementos que vão ajudar no planejamento a médio e longo prazo.

Hoje, existem tecnologias que já realizam a organização dessas informações de forma eficiente e totalmente automatizada. Com elas, é possível otimizar o tempo e facilitar todos os processos do planejamento financeiro.

3. Não misture contas pessoais e empresariais

Esse talvez seja um dos erros mais comuns dos profissionais de saúde proprietários de clínicas médicas, especialmente aqueles que não possuem sócios ou que têm um negócio familiar.

Misturar as contas pessoais com as contas empresariais é um erro que impede o crescimento de qualquer empresa, independentemente do seu porte ou ramo de atuação. Por isso, para ter uma gestão financeira eficiente, separe todas as suas contas pessoais das contas da clínica — evitando que confusões possam prejudicar o crescimento do seu negócio.

4. Busque conhecimento aprofundado sobre gestão financeira

Como mencionamos no início deste artigo, os profissionais de saúde não são preparados para gerir negócios. Grande parte das pessoas que abrem clínicas médicas são formadas em medicina ou área correlatas e não possuem conhecimento para gerir financeiramente uma empresa.

Por isso, é válido e extremamente positivo que sejam buscados conhecimentos sobre o tema, assim, é possível melhorar o desempenho da clínica enquanto um negócio, conquistando sucesso no mercado e crescendo de forma sustentável.

5. Estabeleça objetivos a médio e longo prazo

A melhor maneira de conseguir eficiência na gestão financeira de uma clínica médica é estabelecendo objetivos e metas — seja a curto, médio ou longo prazo. Essa prática ajuda a pensar no futuro da empresa e em que lugar o profissional deseja estar nos próximos anos.

Ao traçar metas e objetivos, o gestor tem mais clareza com relação à necessidade de uma organização financeira e aos passos que deverão ser tomados para atingir aquilo que foi previamente estabelecido.

Esse tipo de prática também ajuda a evitar contratempos financeiros, além de preparar a clínica, caso ela passe por algum momento de dificuldade relacionada a dinheiro.

6. Busque auxílio de profissionais especializados

Se você tem uma clínica e não sabe nada de gestão financeira, ou se está começando a abrir a sua própria clínica, é válido avaliar a possibilidade de contratar uma consultoria especializada em gestão.

Esses profissionais podem ajudar a traçar um plano estratégico, organizando a rotina administrativa e financeira e orientando com relação à obrigações fiscais, tributárias e trabalhistas, por exemplo.

O seu contador também pode ser um aliado nessa rotina, já que ele tem a função de manter a segurança fiscal do seu negócio, elaborando relatórios que podem ser usados de forma estratégica no planejamento da clínica.

Por isso, reserve algum tempo todo mês para analisar as finanças e resultados da sua empresa com o seu contador: juntos, vocês podem analisar as contas e traçar metas para os próximos meses.

7. Faça uso da tecnologia especializada em gestão financeira para clínicas

A tecnologia é uma das grandes aliadas dos profissionais de saúde que precisam trabalhar também com o gerenciamento de gestão financeira de clínicas médicas.

Softwares financeiros trazem diversos benefícios para a rotina, desde o acesso de informações sobre pacientes e agenda, até o acesso às contas a pagar, contar a receber, elaboração do fluxo de caixa, entre outros.

Isso traz muito mais agilidade para os processos internos, aumenta a produtividade dos profissionais envolvidos nessa rotina e melhora o gerenciamento do negócio como um todo.

A dica para os profissionais da saúde é que eles invistam em sistemas direcionados para clínicas médicas — que sejam oferecidos por empresas reconhecidas no mercado e que ofereçam uma assistência técnica para suprir qualquer necessidade.

Como você pode ver, a gestão financeira de um negócio exige conhecimento, comprometimento, organização e, principalmente, inovação. Usar a tecnologia ao seu favor pode fazer toda a diferença no desenvolvimento de uma gestão mais adequada e focada em resultados.

Você quer aprofundar o seu conhecimento sobre gestão financeira para clínicas médicas?  Então, veja este artigo que traz 7 custos da clínica médica que destroem o seu fluxo de caixa e desenvolva suas habilidades de gestor.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *