Câncer de tireóide: novo teste pode evitar cirurgias desnecessárias!

Pesquisadores da Universidade do Texas em Austin e da Escola de Medicina de Baylor, EUA, desenvolveram um novo teste pré-operatório para o câncer de tireóide, que é mais rápido e cerca de dois terços mais preciso do que os testes de diagnóstico que os médicos usam atualmente.

Novo teste para o câncer de tireóide

“Se pudéssemos impedir as pessoas de fazer uma cirurgia que não precisam e permitir um diagnóstico mais preciso, podemos melhorar o tratamento para os pacientes e reduzir os custos do sistema de saúde”, disse Livia S. Eberlin, professora assistente de química e medicina diagnóstica na Universidade do Texas em Austin e co-pesquisadora principal do teste.

O teste usado para o diagnóstico, chamado aspiração por agulha fina (PAAF), é inconclusivo cerca de 1 em cada 5 vezes. Quando um patologista é incapaz de confirmar a presença de câncer, o paciente pode receber um teste genético de acompanhamento que pode produzir resultados falso-positivos.

Dadas as incertezas, os médicos geralmente recomendam remover parte ou toda a tireoide – a glândula no pescoço produzindo hormônios que controlam a taxa metabólica do corpo, bem como as funções digestiva e do coração, controle muscular, desenvolvimento muscular, desenvolvimento cerebral, humor e manutenção óssea. Milhares de pacientes a cada ano fazem a cirurgia apenas para depois descobrir que era desnecessária.

Usando uma tecnologia chamada imagem por espectrometria de massa, o novo teste metabólico da tireóide identifica metabólitos produzidos por células cancerígenas que agem como uma espécie de impressão digital de diagnóstico. Os pesquisadores trabalharam na identificação dessas impressões digitais metabólicas de diagnóstico por mais de dois anos usando 178 tecidos de pacientes antes de iniciar um estudo clínico piloto.

Durante o estudo clínico, 68 novos pacientes foram testados, quase um terço dos quais havia recebido resultados inconclusivos da PAAF. O novo teste metabólico da tireoide retornou um falso positivo apenas cerca de 1 vez em 10 e poderia ter impedido que 17 pacientes do estudo passassem por cirurgias desnecessárias.

A precisão aprimorada impediria cirurgias desnecessárias, muitas das quais levam os pacientes a precisar de terapia de reposição hormonal pelo resto de suas vidas ou a ter que lidar com outras consequências de remover toda ou parte da tireóide.

Câncer de Tireóide - um novo teste pode evitar cirurgias desnecessárias
Uma imagem microscópica de células cancerígenas da tireóide, especificamente carcinoma papilífero da tireoide ou PTC. Crédito: Faculdade de Medicina de Baylor.

Com este teste de próxima geração, será possível fornecer diagnósticos de câncer de tireóide mais rapidamente e com mais precisão do que as técnicas atuais. Será possível fazer essa análise diretamente na amostra da FNA e muito mais rapidamente do que o processo atual, que pode levar entre 3 e 30 dias.

A equipe está agora se preparando para iniciar um estudo de validação de dois anos sobre PAAF de cerca de mil novos pacientes coletados nos EUA, Brasil e Austrália. Se os resultados persistirem, eles esperam que a tecnologia seja traduzida para a clínica como uma ferramenta de diagnóstico de rotina.

Os resultados foram publicados na revista científica Proceedings da National Academy of Sciences.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral. As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. .Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.