Valpakine


Valpakine – Bula do remédio

Valpakine com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Valpakine têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Valpakine devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Sanofi

Referência

Acido Valpróico

Apresentação de Valpakine

Drg. 200 ou 500mg cx. c/ 40 un.
sol. gotas fr. c/ 40 ml (200 mg / ml)

Contra-indicações de Valpakine

Valpakine (valproato sódico) está contra-indicado nos casos de:
Hepatite aguda, hepatite crônica, antecedente familiar de hepatite grave, especialmente medicamentosa. Hipersensibilidade ao valproato sódico.
Sinais sugestivos: O diagnóstico precoce baseia-se principalmente na clínica.
Particularmente convém considerar (especialmente nos pacientes que apresentam risco), dois tipos de manifestações que podem preceder à icterícia.
Por um lado, sinais gerais não específicos, geralmente de aparecimento súbito, como astenia, anorexia, abatimento, sonolência acompanhada algumas vezes de vômitos repetidos e dores abdominais. Por outro lado, o reaparecimento das crises epilépticas. É recomendável informar ao paciente (ou à família, caso se trate de uma criança) que o aparecimento desse quadro deve motivar a consulta médica imediata. Esta incluirá além do exame clínico, a execução imediata de uma avaliação laboratorial da função hepática.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Valpakine

– Hepatopatias e risco teratogênico: Ver precauções de uso.
– Estados confusionais ou convulsivos: alguns casos de estupor, isolados ou associados ao recrudescimento das crises, foram observados com o valproato sódico, desaparecendo com a interrupção do tratamento ou diminuição das doses. Esses quadros ocorrem mais frequentemente durante a politerapia (fenobarbital em particular) ou aumentos bruscos das doses de valproato sódico.
– Determinados pacientes podem apresentar, no início do tratamento, distúrbios digestivos (náuseas, gastralgia) que desaparecem em geral em alguns dias, mesmo sem a interrupção do tratamento.
– Efeitos colaterais passageiros e/ou dose-dependentes foram comunicados: alopécia, tremores finos de atitude, hiperamoniemia habitualmente sem modificações das provas funcionais hepáticas e trombocitopenia.
Valpakine, inibe a segunda fase da agregação plaquetária, podendo causar prolongamento do tempo de sangramento, diminuição dos níveis de fibrinogênio e raramente trombopenia, geralmente sem sinais clínicos, principalmente com doses elevadas.
A contagem das plaquetas é aconselhável antes de iniciar o tratamento, antes de intervenções cirúrgicas ou nos casos de hematomas ou sangramentos espontâneos. Raramente foram observados casos de anemia ou de leucopenia.
– Ganho ponderal, amenorréia ou irregularidades menstruais foram descritos.

Valpakine – Posologia

Via oral: posologia média em 24 horas a ser administrada em 2 ou 3 tomadas, de preferência durante as refeições,
– Lactentes e crianças de tenra idade: 30 mg/kg . Utilizar a solução oral. A dose deve ser calculada em mg ou em mL, jamais em gotas. A solução deverá ser diluída em água ou suco de fruta não gasosos.
– Crianças: 30 mg/kg. Utilizar os comprimidos de 200 mg.
– Adolescentes e adultos: 20 a 30 mg/kg. Utilizar os comprimidos de 500 mg.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral. As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. .Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.