Lisedema


Lisedema – Bula do remédio

Lisedema com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Lisedema têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Lisedema devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Climax

Referência

Piroxicam

Apresentação de Lisedema

emb. c/ 16 compr. rev. de 10 ou 20 mg

Contra-indicações de Lisedema

Lisedema não deve ser usado por pacientes que tenham apresentado sinais de hipersensibilidade à droga, ou por pacientes que desenvolvam asma, rinite, angioedema ou urticária após o uso de ácido acetilsalicílico ou outros antiinflamatórios não esteroidais. Não deve ser usado quando houver úlcera péptica ativa e hemorragia digestiva alta.
Está contra-indicado em crianças, durante a gravidez e amamentação uma vez que os estudos para avaliar a segurança nestas condições ainda não foram concluídos.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Lisedema

Os sintomas relacionados ao trato gastrintestinal são mais comuns, mas na maioria dos casos não interferem no curso do tratamento.
Gastrintestinal: estomatite, anorexia, desconforte epigástrico, náusea, constipação, desconforto abdominal, flatulência, diarréia, dor abdominal, indigestão, vômitos. Pode ocorrer sangramento gastrintestinal, perfuração e úlcera.
Hematológico: decréscimo em hematócrito e hemoglobina, anemia, leucopenia, eosinofilia.
derm.: erupções, prurido.
SNC: tontura, sonolência, vertigem.
Urogenital: elevação do nível de creatinina.
Cardiovascular/Respiratório: edema.
Oftalmológico: edema periorbital, borramento de visão, irritação ocular. Exames oftálmicos de rotina e exames com lâmpada de fenda não relevaram evidências de alterações oculares.
Outros: cefaléia, fadiga, febre.

Lisedema – Posologia

Artrite reumatóide, osteoartrite (artrose, doença articular degenerativa) e espondilite anquisolante:
A dose inicial recomendada é de 20 mg (2 comprimidos de 10 mg ou um comprimido de 20 mg) administrada em dose única diária. A dose de manutenção para a maioria dos pacientes é de 20 mg/dia em dose única. Alguns pacientes poderão requerer até 30 mg diários em dose única ou fracionada.
Um grupo relativamente pequeno de pacientes poderá ser mantido com doses de 10 mg/dia .
Distúrbios músculo-esquelético agudos, traumas e no pós operatório:
A terapêutica deverá ter a duração de 7 a 14 dias. Iniciar com 40 mg (4 comprimidos de 10 mg ou 2 comprimidos de 20 mg) em dose única ou fracionada nos dois primeiros dias, a seguir, reduzir para 20 mg uma ao dia, até complementar o período do tratamento.
Gota aguda:
O tratamento deve ser iniciado com dose única de 40 mg, seguida de 40 mg diários, em dos única ou fracionada, durante os 4 a 6 dias seguintes.
Lisedema não é indicado para o tratamento prolongado da gota.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral. As informações publicadas no site são elaboradas por redatores terceirizados. Este site se compromete a publicar informações de fontes segura. .Todos os artigos são baseados em artigos científicos, devidamente embasados.