Fanvir


Fanvir – Bula do remédio

Fanvir com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Fanvir têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Fanvir devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Novartis

Apresentação de Fanvir

compr. rev. emb. c/ 10 compr. de 125 mg. compr. rev. emb. c/ 7 e 21 compr. de 250 mg.

Fanvir – Indicações

FAMVIR é indicado para o tratamento de infecções agudas por Herpes zoster e para tratamento agudo de infecções por herpes genital.

Contra-indicações de Fanvir

FAMVIR é contra-indicado nos casos de hipersensibilidade conhecida a fanciclovir ou a qualquer componentne da fórmula e nos casos de hipersensibilidade conhecida a penciclovir.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Fanvir

FAMVIR foi bem tolerado em estudos realizados no homem. Cefaléia e náusea foram relatadas em estudos clínicos. Estas reações foram de natureza leve a moderada e ocorreram com incidência similar em pacientes recebendo tratamento com placebo.

Fanvir – Posologia

Infecções por Herpes zoster – Adultos: 250 mg três vezes ao dia por sete dias. O tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível no curso da doença, imediatamente após o diagnóstico.
Primeiro episódio de infecções por herpes genital -Adultos: 250 mg três vezes ao dia por cinco dias. Recomenda-se que o tratamento seja iniciado o mais cedo possível após o início das lesões. Infecções agudas recorrentes por herpes genital -Adultos: 125 mg duas vezes ao dia por cinco dias. Recomenda-se iniciar o tratamento durante o período prodrômico ou o mais cedo possível após o início das lesões. -Idosos: Não é necessária qualquer alteração na dosagem, a menos que a função renal esteja comprometida. -Insuficiência renal: Uma vez que o clearance reduzido de penciclovir está associado à função renal reduzida, deve-se dedicar atenção especial à dosagem em pacientes com insuficiência renal. As seguintes alterações são recomendadas: – Para o tratamento de infecções por Herpes zoster e primeiro episódio de herpes genital: Clearance de Creatinina (mL/min/1,73m2) Dosagem 30-59 250 mg duas vezes ao dia 10-29 250 mg uma vez ao dia ? Para o tratamento de infecções agudas recorrentes de herpes genital: Clearance de Creatinina (mL/min/1,73m2) Dosagem 30-59 Nenhum ajuste de dose necessário 10-29 125 mg uma vez ao dia Quando apenas a creatinina sérica estiver disponível, um nomograma ou a seguinte fórmula (Cockcroft e Gault) deve ser usada para estimar o clearance de creatinina. [140 – idade em anos] x peso (kg) x 88,5 (para homens) ou 75,2 (para mulheres) 72 x creatinina sérica (mcgmol/L) – Pacientes com insuficiência renal sob hemodiálise: Para pacientes sob hemodiálise, um intervalo de 48 horas entre as doses é recomendado para os períodos entre as diálises. Uma vez que uma hemodiálise de 4 horas resulta em uma redução de aproximadamente 75% nas concentrações plasmáticas de penciclovir, a dose total de fanciclovir deve ser administrada imediatamente após a diálise. – Insuficiência hepática: Não é necessária uma modificação na dosgem para pacientes com doença hepática crônica compensada. Não há informações sobre pacientes com doença hepática crônica claramente descompensada; portanto, não é possível fazer recomendações precisas de dosagem para este grupo de pacientes. – Crianças: Atualmente, os dados sobre a segurança e eficácia de FAMVIR em crianças são insuficientes e, portanto, o seu uso em crianças não é recomendado.

Fanvir – Informações

FAMVIR contém como princípio ativo o fanciclovir, a forma oral de penciclovir. Fanciclovir é rapidamente convertido in vivo em penciclovir, que tem atividade demonstrada in vivo e in vitro contra os vírus da herpes em seres humanos, inclusive o vírus Varicella zoster e o vírus da Herpes simplex tipo 1 e 2. O efeito antivirótico de fanciclovir administrado por via oral foi demonstrado em vários estudos com animais; este efeito é devido à conversão in vivo em penciclovir. Penciclovir dirige-se às células infectadas pelos vírus, onde é rápida e eficientemente convertido em trifosfato (mediado via timidina quinase induzida pelo vírus). O trisfosfato de penciclovir permanece nas células infectadas por mais de 12 horas, onde inibe a reprodução de DNA virótico e tem uma meia-vida de 9, 10 e 20 horas em células infectadas com o vírus Varicella zoster, vírus Herpes simplex Tipo 1 e vírus Herpes simplex Tipo 2, respectivamente. Em células não infectadas tratadas com penciclovir, as concetrações de trifosfato de penciclovir são apenas escassamente detectáveis.Conseqüentemente, é improvável que células não infecatadas sejam afetadas por concentrações terapêuticas de penciclovir. Penciclovir demonstrou ter atividade contra uma cepa do vírus da Herpes simplex recentemente isolada, resistente a aciclovir, que possui uma polimerase de DNA alterada.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *