Etambutol


Etambutol – Bula do remédio

Etambutol com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Etambutol têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Etambutol devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Iquego

Apresentação de Etambutol

Xpe: fr. de vidro c/ 200ml (25mg/ml).
compr.: emb. c/ 10 comp. de 400mg.

Etambutol – Indicações

IQUEGO – Etambutol é um tuberculostático indicado no tratamento da tuberculose pulmonar, associado com outros medicamentos tuberculostáticos; meningite tuberculóide; e infecções micobacterianas atípicas.

Contra-indicações de Etambutol

IQUEGO – Etambutol é contra-indicado para pacientes com história de hipersensibilidade ao Etambutol, neurite óptica, disfunção renal, na lactação e para crianças com menos de 5 anos.

Advertências

Na ocorrência de distúrbios gastrintestinais, o Etambutol pode ser administrado com alimentos. Não fracionar a dose diária, administrá-la em dose única. Em pacientes com comprometimento renal ou hepático, as concentrações séricas aumentam e a meia-vida é prolongada; recomenda-se reduzir a posologia. Podem ocorrer sintomas de visão turva e diminuição da acuidade visual. O risco/benefício deve ser avaliado em situações clínicas como: gota, neurite óptica, e comprometimento renal. Monitorar os exames oftalmológicos e concentrações séricas de ácido úrico.

Uso na gravidez de Etambutol

QUEGO – Etambutol não deve ser usado durante a gravidez, a menos que os benefícios superem os riscos para o feto, segundo critério médico.
Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.
Informe ao seu médico se está amamentando.

Interações medicamentosas de Etambutol

O uso concomitante com medicamentos que possuem potencial neurotóxico, pode resultar no aumento da incidência dessa reação adversa, causando neurite periférica e óptica.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Etambutol

As doses diárias produzem toxicidade mínima. As reações adversas observadas incluem prurido; dor articular; distúrbios gastrintestinais; dor abdominal; mal-estar; cefaléia; tontura; confusão mental; desorientação e possível alucinação; gota aguda ou hiperuricemia. O entorpecimento e o formigamento dos dedos causados pela neurite periférica são infreqüentes. A anafilaxia e a leucopenia são raras. As reações adversas mais importantes, embora de incidência rara, são a neurite periférica e a neurite óptica retrobulbar (visão turva , dor ocular, imagens vermelhas-acinzentadas, diminuição da visão). A neurite óptica retrobulbar é dose-dependente, ocorrendo mais freqüentemente com doses diárias de 25 mg/kg e após 2 meses de terapia; em muitos casos é reversível após várias semanas ou vários meses.

Etambutol – Posologia

Crianças:
Até 25 kg: 25 mg/dia;
entre 25 e 35 kg: 600 mg/dia;
entre 35 e 45 kg: 800 mg/dia.

Adultos:
Paciente acima de 45 kg: 1.200 mg/dia. A duração do tratamento sempre se prolonga por diversos meses, conforme os esquemas adotados.

Superdosagem

Não há relato de ocorrência. No caso de intolerância medicamentosa ao fármaco ou ao esquema de tratamento, consultar o Manual de Normas para o Controle de Tuberculose do MS de 1995.

Etambutol – Informações

O Etambutol é um tuberculostático sintético e micobacteriostático. As micobactérias captam rapidamente o Etambutol quando se adiciona a droga a culturas que se encontram em fase exponencial de crescimento. Todavia, o crescimento não é inibido significativamente antes de cerca de 24 horas. Embora se desconheça o mecanismo preciso de ação do Etambutol, verificou-se que a droga inibe a incorporação de ácido micólico à parede celular das micobactérias. A resistência ao Etambutol desenvolve-se muito lentamente in vitro. A resistência bacteriana à droga desenvolve-se in vivo, quando administrada na ausência de outra droga eficaz. O Etambutol não possui efeito sobre outras bactérias. A droga suprime o crescimento da maioria dos bacilos da tuberculose resistentes a isoniazida e a estreptomicina.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *