Eritrex a


Eritrex a – Bula do remédio

Eritrex a com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Eritrex a têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Eritrex a devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Aché

Apresentação de Eritrex a

Creme (20 mg + 0,5 mg)/ml bisn. c/ 30 g
sol. tópica A (20 mg + 0,5 mg)/ml fr. c/ 120 ml

Eritrex a – Indicações

Eritrex a é indicado para o tratamento da acne vulgaris, graus I, II e III, nos quais predominam os
comedões, pápulas e pústulas e cujo agente etiológico for sensível à eritromicina. Esta preparação não é
recomendada como tratamento único para as variedades profunda e nodular cística (acne conglobata).

Contra-indicações de Eritrex a

Eritrex a é contra-indicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade a quaisquer dos componentes de sua fórmula.

Advertências

O uso de agentes antimicrobianos pode estar associado com a proliferação de microrganismos resistentes a antibióticos; em tal caso, a administração de antibióticos deve ser descontinuada, devendo ser tomadas medidas adequadas.
Eritrex a é exclusivamente para uso externo. Evitar o contato de Eritrex a com os olhos, nariz, boca ou outras membranas mucosas, pois pode ocorrer irritação local.
Nos casos de reação alérgica ou irritação local após aplicação tópica, lavar o local afetado com água corrente ou solução fisiológica e procurar o serviço médico com urgência.

Uso na gravidez de Eritrex a

A segurança do uso de preparações tópicas de eritromicina durante a gravidez ou lactação não foi ainda estabelecida.

Interações medicamentosas de Eritrex a

Devido a um aumento da irritação local, deve ser evitada a utilização simultânea de Eritrex a com
medicamentos tópicos para tratamento da acne, contendo substâncias abrasivas ou descamativas, como
por exemplo: peróxido de benzoíla, tretinoína, resorcinol, ácido salicílico ou enxofre.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Eritrex a

A eritromicina tem baixa toxicidade. Reações de sensibilidade raramente ocorrem após a aplicação tópica da droga. Urticária generalizada, que requisitou tratamento com corticóides sistêmicos, foi observada em alguns pacientes após o uso tópico de eritromicina.
A reação adversa mais frequente às soluções tópicas é a secura local. Eritema, sensibilidade, ardência, prurido, oleosidade e descamação também têm sido relatados após aplicação tópica de preparações de eritromicina. Muitas destas reações podem ser causadas pelo álcool ou por outros componentes da fórmula em vez da eritromicina. Irritação ocular tem sido relatada com preparações tópicas de eritromicina.

Eritrex a – Posologia

Deve ser aplicada na área afetada, duas vezes ao dia, após limpeza de pele com água morna e sabão.
Umedecer um chumaço de gaze na solução e então friccionar toda a área facial afetada.
As lesões de acne no pescoço, ombro, tórax e costas podem ser tratadas do mesmo modo.

Superdosagem

Por ser um produto de uso tópico, não há relatos de superdosagem com Eritrex a, quando seguida a
posologia corretamente. No caso de ingestão acidental, deve-se procurar o serviço médico com urgência.

Eritrex a – Informações

A eritromicina é um antibiótico da classe dos macrolídeos de amplo espectro produzido por uma cepa de
Streptomyces erythraeus. Possui uma ação bacteriostática, podendo ser bactericida em altas doses e atua
por inibição da síntese protéica sem afetar a síntese do ácido nucléico.
O azuleno, mais especificamente o camazuleno, é uma das frações retiradas do óleo essencial de
camomila com propriedades analgésicas, antiinfecciosas e antialérgicas.
Estudos farmacológicos especificamente sobre a atividade antiinflamatória relatam que o azuleno acelera
o processo inflamatório ao invés de inibí-lo, abreviando sua duração e atingindo mais rapidamente a fase
de regeneração.
As formulações tópicas à base de azuleno apresentam bom efeito analgésico, atividade fotoprotetora e
ação estimulante sobre os processos de regeneração dos tecidos (granulação e epitelização).

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *