Betnelan


Betnelan – Bula do remédio

Betnelan com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Betnelan têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Betnelan devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

Aviso importante

Todas as bulas constantes em nosso portal são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

A 4Medic não vende nenhum tipo de medicamento

Laboratório

Fqm

Referência

Betametasona Compr.

Apresentação de Betnelan

compr. 0,5 mg cx. c/ 16 un

Contra-indicações de Betnelan

Infecções sistêmicas (exceto quando administrada terapia antiinfecciosa específica); Imunização com vírus vivo; Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Betnelan

O tratamento prolongado com corticosteróides em altas doses pode ocasionalmente estar associado a catarata subcapsular, adelgaçamento da pele, osteoporose e glaucoma. Podem também ocorrer sinais de hipercorticoidismo, tais como uma supressão do eixo HHA.

Após prolongada terapia com corticosteróide ou após curtos períodos repetidos de terapia envolvendo altas doses da droga, pode ocorrer osteonecrose asséptica, particularmente da cabeça do fêmur.

Há possibilidade de desenvolvimento, ou o agravamento de ulceração péptica.

Em crianças, a terapia prolongada com corticosteróides pode retardar o crescimento.

Em pacientes sob terapia de longa duração pode ocorrer alteração do balanço fluido eletrolítico.

Outros raros efeitos adversos têm sido relatados e incluem hipertensão intracraniana benigna e instabilidade psíquica.

Betnelan – Posologia

Deve ser empregada a menor dose capaz de produzir o efeito desejado. A redução da dosagem deverá ser feita gradativamente. Nos tratamentos prolongados pode ser necessário aumentar temporariamente a dose, durante períodos de estresse ou de exacerbação da doença.

Adultos: A dose depende da natureza da doença, de sua gravidade e da resposta clínica. Apenas como guia de tratamento, recomenda-se o seguinte esquema: tratamento a curto prazo: 2-3 mg diários nos primeiros dias, reduzindo-se subseqüentemente a dose diária em 0,25 ou em 0,5 mg a cada 2-5 dias, dependendo da resposta.

Artrite reumatóide: 0,5 – 2 mg por dia. Para o tratamento de manutenção deverá ser utilizada a menor dose eficaz.

Para a maioria das condições: A dose diária de 1,5 a 5,0 mg, por período de uma a três semanas, costuma ser satisfatória, seguida de redução gradativa até a posologia mínima eficaz. Doses mais elevadas poderão ser necessárias para doenças do colágeno e colite ulcerativa.

Crianças: São geralmente empregadas frações das posologias para adultos (por exemplo, 75% para crianças de 12 anos, 50% para as de 7 anos e 25% para as de 1 ano), devendo-se contudo considerar criteriosamente os fatores clínicos.

4Medic

4Medic

4Medic é uma empresa especializada em gestão de clinicas e consultórios médico. Que fornece diariamente notícias sobre a área de saúde em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *